Ministro Weintraub discute com Monalisa Perrone ao vivo na CNN Brasil

Governista não gostou de pergunta da âncora

Publicado há 4 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, se desentendeu, na noite desta sexta-feira (15), com Monalisa Perrone, apresentadora do Expresso CNN, na CNN Brasil. Na ocasião, ele não gostou de ser perguntado pela âncora sobre a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde.

“Eu já gostaria de perguntar ao senhor, como representante do governo de Jair Bolsonaro, como fica participar de um governo com uma instabilidade tão grande em relação a uma das principais pastas, neste momento, não só para o Brasil, mas para o mundo, que é a questão da Saúde. O senhor poderia dizer qual é a sensação neste momento e como está o governo de Jair Bolsonaro, neste momento?”, pergunta ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele, então, questiona a alguém, provavelmente, seu assessor se o tema estava combinado e volta se dirigir à câmera. “Assim, eu posso comentar rapidamente, porque não era o combinado da entrevista”, disparou o ministro, causando desconforto em Monalisa.

Monalisa Perrone, Caio Junqueira e Abraham Weintraub, no Expresso CNN (Reprodução)

Ela, então, o interrompe, pede um minuto e explica que ele tem uma relevância grande, como ministro.

Mas Weintraub volta a falar. “A única coisa, Monalisa, em qualquer relação, interpessoal, o combinado e o que tinha sido acertado… Eu vou responder à sua pergunta, sem problema nenhum. Quando a gente combina uma coisa, a gente não deve descumprir, a palavra deve ser honrada. Às vezes, a gente pode ter que renegociar o que foi combinado”, disparou ao vivo, surpreendentemente.

E continuou: “Então, eu combinei uma coisa, de falar sobre o Enem. Vamos começar falando do Enem, vamos ver como evolui e, lá pelas tantas, a gente pode até fazer uma pergunta sobre como foi a mudança. Mas eu acho que não contribui muito”.

Na sequência, se dirigiu intensamente a Monalisa. “A primeira entrevista que você está fazendo comigo e já chegar descumprindo o que havia sido combinado”.

A apresentadora reagiu: “Ministro, o senhor é um representante do governo. Nós estamos perguntando sobre um colega do senhor. Mas se o senhor não quiser responder o que o Brasil inteiro gostaria de saber, o senhor fique à vontade”.

Monalisa Perrone, Caio Junqueira e Abraham Weintraub, no Expresso CNN (Reprodução)

Mas ele preferiu seguir na questão de mudança de tema da entrevista. “Monalisa, eu vou responder. Eu só estou salientando que, nesse processo, quando eu pedi para fazer a entrevista, eu pedi à Renata [Agostini] e ao Caio [Junqueira], porque eu não te conhecia. Eu sabia que a Renata e o Caio não fariam, assim, de saída, a pergunta, seguiriam o que foi combinado“.

Monalisa Perrone, então, o interrompe: “O senhor fique à vontade, ministro. O senhor não gostaria de falar conosco? Se o senhor não quiser, não tem problema algum, ministro. Nós cancelamos a entrevista”. “Se você me permitir terminar a entrevista, eu agradeço. Se você me deixar falar, eu agradeço”, disparou, interrompendo a âncora.

Em seguida, a entrevista seguiu, mas com outro clima. Monalisa não fez mais questões e, quando encerrou a conversa, reforçou que a pergunta do dia, sobre a demissão de Teich, precisaria ser feita.

Vale lembrar que, recentemente, a CNN Brasil teve problemas com outra governista, a secretaria de Cultura, Regina Duarte. A entrevista precisou ser encerrada depois de um chilique dela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais