Ministério Público recebe pedido para arquivar inquérito sobre a morte de Tom Veiga

As investigações concluíram que não houve envolvimento de terceiros na morte

Publicado em 10/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Encontrado morto em sua casa no dia 1º de novembro de 2020, Tom Veiga, interprete do Louro José, deixou uma legião de fãs arrasados. Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que ele sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Porém, um tempo depois a família teria solicitado para a polícia realizar uma investigação sobre um possível envolvimento de terceiros no caso. Agora, de acordo com informações do F5, da Folha, a Polícia Civil do Rio de Janeiro sugeriu ao Ministério Público que arquive o inquérito sobre o falecimento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com a polícia, a morte do parceiro de Ana Maria Braga nas manhãs da Globo, no Mais Você, a morte não foi causada por ação de terceiros. “As investigações apontaram que não há elementos informativos que indiquem causa violenta, incluindo os resultados de perícia de local e de exame cadavérico”, informou a nota enviada ao site da Folha.

A publicação ainda informa que a decisão de pedir o arquivamento foi tomada após a 16ª DP (Barra da Tijuca) tomar depoimentos de testemunhas, examinar laudos periciais e realizar as “demais diligências cabíveis”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio