Minissérie da Globo: quem foi Aracy de Carvalho, a brasileira que enfrentou o nazismo

Produção estreia na emissora dia 20 de dezembro

Publicado em 08/12/2021 20:52
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo estreia no próximo dia 20 de dezembro a minissérie Passaporte para Liberdade. Produzida em parceria com a gigante Sony Pictures, a atração narra a história de Aracy de Carvalho Guimarães Rosa, conhecida também como o Anjo de Hamburgo. Na produção, a figura é interpretada por Sophie Charlotte.

Paranaense, Aracy era filha de uma alemã com um brasileiro. Em 1930, casou-se com um alemão, com quem teve seu primeiro e único filho. Após se separar, foi morar com uma tia na Alemanha, onde pode aprimorar ainda mais sua educação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Poliglota, ao retornar ao Brasil, não teve dificuldades em encontrar um emprego de alto padrão. Foi nomeada pelo consulado do Brasil em Hamburgo, na Alemanha. E foi a partir de 1938, quando o governo brasileiro passou a restringir a entrada de judeus no país, que o apelido de Aracy de Carvalho começou a fazer sentido.

Por que Anjo de Hamburgo?

A Circular Secreta 1.127 era uma lei do Brasil para proibir que judeus desembarcassem no país. Líder do setor de Passaportes em Hamburgo, Aracy tinha em mãos o poder de dar ou não os vistos para as pessoas que manifestassem desejo de viajar para o Brasil.

Ela então ignorou a lei que restringia os judeus e simplesmente continuou conferindo vistos para esse povo. Ao despachar com o cônsul geral, Aracy de Carvalho colocava os vistos entre a papelada para as assinaturas. O cônsul geralmente assinava, pois a bondosa moça não anotava a letra J, que identificava se o passageiro era judeu.

Os registros da história basearam a minissérie da Globo para contar como Aracy de Carvalho foi incansável e superou barreiras durante a Segunda Guerra Mundial. Corajosa, ela conseguiu salvar a vida de muitos e muitos judeus, livrando-os do Holocausto. Foi assim que ela carimbou seu nome entre os grandes heróis mundiais.

Há depoimentos que afirmam que Aracy também usou sua influência para proteger brasileiros perseguidos durante a Ditadura Militar (1964-1985).

Algo que Passaporte para Liberdade mostra, além de toda a sua trajetória grandiosa na Alemanha, é o seu relacionamento com o diplomata e escritor João Guimarães Rosa, que foi o grande amor de sua vida. Eles se conheceram ainda no exterior, antes dele começar a escrever grandes clássicos da literatura brasileira. Vale dizer que Grande Sertão: Veredas foi dedicado a Aracy. Na minissérie, o autor é interpretado por Rodrigo Lombardi.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio