“Meu maior acerto foi ser sincera”, afirma Karol Conká sobre o BBB 21

Cantora destaca ainda a afinidade que teve com os participantes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eliminada com o maior índice de rejeição da história do BBB, Karol Conká saiu da casa e passou por uma série de entrevistas para explicar seu comportamento. Agora, a curiosidade é sobre com a ex-participante se enxerga a partir da repercussão que causou.

Ela disse que compreende que foi a vilã da temporada, mas ameniza a imagem negativa criada, explicando que suas emoções estavam de fato maximizadas pelas implicações naturais de um confinamento. Além disso, deixou claro que vai buscar ajuda.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ex-BBB decidiu falar também sobre seu maior acerto e maior erro nas semanas que passou dentro da casa mais vigiada do Brasil. Ela também explicou por que foi parar em tantos pódios dos finalistas durante um Jogo da Discórdia.

Karol Conká (Divulgação/Globo/João Cotta)

Qual foi seu maior acerto e o seu maior erro dentro da casa?

Meu maior acerto foi ser sincera, falar para as pessoas todas as coisas positivas que eu estava pensando e tinha para dizer. E os looks também (risos)! Meu maior erro foi ter mergulhado na tristeza de não poder estar no controle da minha vida. Eu conseguia controlar as lágrimas, mas o resto não controlava, não.

Você foi a participante que esteve em mais pódios no Jogo da Discórdia do “pódio dos finalistas”. A que atribui esse reconhecimento dos seus companheiros de confinamento?

Convivendo, as pessoas podiam me sentir melhor e tinham um carinho por mim. Havia muita gente ali que me achava forte e querida. Acho que esse pódio mostra para o público que eu não sou tão vilã assim.

Que momentos você destacaria como mais especiais para você durante o confinamento?

O mais especial foi sentir afinidade por um número de pessoas que eu não esperava. Eu achei que me sentiria muito deslocada, então foi muito legal encontrar pessoas que pensavam como eu. Eu me diverti muito. Fora as festas! Se tivesse festa dia sim, dia não, talvez a Carminha e a Nazaré não tivessem nascido em mim (risos).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio