Mesmo com cirurgia, Amaro não recupera a visão em O Outro Lado do Paraíso

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tudo que Amaro (Pedro Carvalho) quer é voltar a enxergar em O Outro Lado do Paraíso. Porém, mesmo com cirurgia, o sonho do português fica cada vez mais distante. Assim que termina o procedimento, Estela (Juliana Caldas) quer saber o parecer do médico. “Como foi, doutor”, pergunta. “Correu tudo dentro da normalidade. Mas só saberemos o resultado amanhã”, afirma. “Não dá pra dar uma adiantadinha hoje?”, insiste Rosalinda (Vera Mancini). “Sinto muito. É uma operação muito sensível. Amanhã saberemos se este olho voltará a ver”, diz o médico.

No dia seguinte, Amaro fica ansioso pelo resultado. “Doutor, é chegada a hora, estou certo?”, pergunta o paciente. “Sim. Vou tirar o protetor ocular do olho operado”, avisa o médico. “Estou ansioso para saber o resultado da operação”, diz o portuga. “Vai dar tudo certo. Vai ver melhor que antes”, incentiva Rosalinda. “Só se eu ganhar olhos de águia. Doutor, não me faça esperar mais”, pede Amaro. “ Tenha calma. Não fique agitado. Vou tirar o protetor”, diz o especialista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Outro Lado do Paraíso: “Rim esquerdo perdeu suas funções”, revela médico para Adriana

O médico tira o protetor devagar e Estela quer logo saber. “Amaro. Está enxergando?”, pergunta. Angustiado, o português vai ficar atônito. “Não, Estela. Não vejo nada. Doutor, ainda falta retirar alguma coisa? Um curativo talvez?”, pergunta. “Não mais. O olho estava apenas com o protetor”, responde o médico. “Mas como pode ser? O senhor me operou!”, se desespera.

O especialista vai dar uma explicação ao paciente. “Durante a operação eu constatei que seu nervo ótico estava atrofiado. Mesmo assim, fui até o final, na esperança de ter um resultado positivo. Um médico nunca pode perder a esperança”, diz. “Mas eu já perdi a minha”, diz Amaro desanimado. “Daqui uns dias operamos o outro olho. Vou dar alta, o senhor vai pra casa. E volta na data determinada. Eu sinto muito, esperava um resultado melhor”, lamenta o médico. “Eu sinto muito mais que o senhor”, afirma Amaro.

Estela ainda tenta animar o português. “Eu vou cuidar de você, Amaro”, promete. “Mimosa Estela, eu sou um peso inútil. Me deixe em qualquer lugar. Não quero mais atrapalhar sua vida”, exagera. “Ainda tem outro olho para operar”, lembra a mimosa. “Eu já perdi a esperança. Toda a esperança”, afirma Amaro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio