Médico faz declarações polêmicas no Domingão e é acusado na web de machismo e xenofobia

Publicado há 6 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo (15), o Domingão do Faustão recebeu o filósofo e escritor Mario Sergio Cortella e o Dr. Marcos Antônio Cyrillo, infectologista e diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia, para falar sobre a pandemia de coronavírus.

Durante o debate sobre o assunto, o médico soltou algumas declarações polêmicas. “Hoje a gente tá vendo que os homens vão viver [até os] 78 [anos], e como vaso ruim não quebra, as mulheres vão viver até os 80”, declarou o profissional, aos risos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois, o doutor falou que existe 40 tipos de coronavírus, mas que apenas sete causam doenças. Cortella questionou como não aconteceu pandemias dos outros tipos. “Qual é a novidade?”, perguntou o pensador.

“Veio da China. A culpa vai ser da China, coitada”, brincou Faustão. “A culpa é da China como sempre”, rebateu Cyrillo. “Não será”, afirmou Mario Sergio. Nas redes sociais, as manifestações do médico foram vistas como preconceituosas.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais