Maurício Mattar relembra gravações de A Viagem: “Sentia espíritos obsessores”

Publicado há 10 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista para a jornalista Luzia Lacerda, no programa Ponto de Fé, no Canal Exporeligião, o ator Maurício Mattar, que recentemente passou mal devido ao aumento da pressão arterial, contou sobre a nova rotina que está enfrentando, em busca de uma vida mais saudável.

A informação foi divulgada pela jornalista Fábia Oliveira, em sua coluna Gente, no IG. De acordo com a colunista, o ex-global confessou nunca ter sentido medo da morte e afirmou ser uma pessoa espiritualizada, mas que não segue uma única religião.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ainda durante o bate-papo, Maurício Mattar relembrou problemas enfrentados durante as gravações do remake de A Viagem, em 1994, na Rede Globo. O ator, que viveu o personagem Téo, marido da protagonista Diná, interpretada por Christiane Torloni, contou que sentia influência espiritual durante as gravações.

Senti o peso do personagem. Sentia a energia ruim dos espíritos obsessores. Eu saía de casa bem para gravar e quando voltava os meus olhos pesavam e ficava com uma dor de cabeça terrível. Foi bem complicado”, confessou.

Gratidão

Para 2020, Maurício Mattar pediu saúde e disse ter como filosofia de vida a gratidão. O ator relembrou, ainda, durante a conversa, um grave acidente de carro, que sofreu há alguns anos, na Rodovia Raposo Tavares.

“O automóvel capotou 13 vezes. Passei também outros ‘sufocos’ porque eu bebia muito e não tinha limites. Cada um tema a sua missão e a sua hora. A minha ainda não chegou e eu agradeço”, disse o artista.

A entrevista completa será exibida nesta segunda-feira, às 19h. O Canal Exporeligião está disponível pelo YouTube.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais