Marjorie Estiano revela se aceitaria gravar novas temporadas de Sob Pressão

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Responsável por viver a médica Carolina de Sob Pressão, série da TV Globo que exibe atualmente a terceira e última temporada, Marjorie Estiano fala sobre os acontecimentos dos próximos episódios da produção.

“Carolina levanta diversos pontos sobre a importância da decisão de ser mãe: a demanda de trabalho dela e do Evandro (Julio Andrade), a questão financeira e sobretudo o desejo interno e a vocação”, afirmou a atriz à Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu, particularmente,
concordo com todos eles. Acho absolutamente natural que se reflita antes de
encarar o desafio de criar, educar e subsidiar financeira, afetiva e
psicologicamente um ser humano. Esse será sempre o maior empreendimento da vida
de uma mulher”, analisou a estrela.

“No caso da personagem, era um sonho para o marido e ela obviamente se disponibilizou a discutir o assunto, só que a gravidez se dá antes disso. Já sabendo da gestação, o olhar dela se volta mais fortemente para a questão. Muitas grávidas chegam ao hospital e algumas histórias de amor materno inspiram. Ela acaba aceitando mais esse desafio”, contou a artista.

Maternidade

Questionada sobre o
possível desejo de ser mãe, a famosa faz uma reflexão. “Eu sinto falta do
impulso interno, de um desejo proporcional ao espetáculo que é. E, se ele vier
e não for mais possível gerar, sem dúvida adotaria”, explicou.

“Acho que a maternidade vai muito além da gestação. Eu não me imaginava mãe quando era criança, mas também não desconsiderava a possibilidade. Porém, nunca foi um sonho. Tenho muita curiosidade sobre a maternidade, a gestação, a criança, alguém que é metade você e metade o pai. Esse fenômeno da natureza sempre me impressionou muito e a criação sempre me preocupou bastante”, revelou.

Novas temporadas?

Com relação ao
seriado, Marjorie garantiu que aceitaria gravar novos episódios. “Eu sou
apaixonada por esse projeto. Sem dúvida, faria mais. A decisão do encerramento
certamente considerou muitos pontos que não me competem. E imagino que não foi
simples”, pontuou.

“Sob Pressão é
realmente um acontecimento, um acerto absoluto. Conseguir unir tanta informação
de utilidade pública com entretenimento e ganhar o público de maneira tão
sensível é raro. Mas tenho certeza de que até aqui já construímos algo muito
especial. A série já me modificou e mudou o espectador também. E continuará
agindo e gerando discussão”, concluiu Estiano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio