Marcos Frota ignora apelido de Tonho da Lua a Carlos Bolsonaro: “Não me surpreendo com nada”

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro virou meme na internet ao ser comparado com o inesquecível personagem de Mulheres de Areia (1993), Tonho da Lua. A revelação do apelido aconteceu através da revista Época. Tal fato chegou ao conhecimento do ator Marcos Frota, o intérprete do personagem no remake do folhetim.

O ator, até pouco tempo não sabia sobre o assunto e foi pego de surpresa. “Não estava sabendo nem acompanhando. Estou totalmente envolvido com a escola”, disse o ator. Frota atualmente se dedica a escola de samba União Imperial, de Santos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Silvio de Abreu será homenageado em Verão 90

“Tonho da Lua é um personagem com um apelo popular muito grande. É nome de rua, avenida, escola e praia. Não me surpreendo com nada. Tenho certeza de que a Ivani Ribeiro e a Solange [Castro Neves], que criaram o Tonho junto com o Paulo Ubiratan e o Wolf Maya [diretores da novela], cumpriram uma função na dramaturgia”, afirma.

“Mal a gente sabe que o Tonho da Lua é um personagem altamente espiritualizado”

Marcos Frota defende o personagem das comparações. As citações também dizem que Carlos Bolsonaro é chamado de Tonho da Lua pela “incapacidade de manter um diálogo linear” e por ter “rompantes de raiva”. Tudo isso, de acordo com parlamentares do PSL. “Mal a gente sabe que o Tonho da Lua é um personagem altamente espiritualizado, feito por uma autora que tinha autoridade dentro do campo espiritual.

Que utilizava o autismo dele para provocar no público toda uma abertura e um conhecimento sobre o lado espiritual. Mal a gente sabe também que Tonho da Lua é identificado com as crianças, com a pureza, com a alegria, com o lado lúdico. Tanto é que ele é um artista, fazia esculturas e desenhava. O Tonho da Lua está na boca do povo”, explica.

O ator concluí deixando um conselho aos políticos brasileiros e sem dizer se gostou ou não das informações reveladas pela Época. “Estou torcendo pelo Brasil. Só seremos salvos através da educação. É pensando nas crianças do Brasil que vamos conseguir achar um caminho inteligente de juntar todos em uma direção só. Rezo para que as crianças brasileiras encontrem um país, se Deus quiser, apto para serem felizes”, aconselha.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio