Marcius Melhem fala sobre ator Lúcio Mauro: “Era um professor”

Publicado há um ano
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A morte do ator Lúcio Mauro, neste sábado (11), causou lamento em seus colegas de profissão e no Brasil. O artista estava internado na Clínica São Vicente para tratar de problemas respiratórios, mas não resistiu. Ele tinha 92 anos e havia sofrido um impactante AVC (Acidente Vascular Cerebral), em 2016.

Um dos que falaram sobre a perda foi o diretor do núcleo de humor da Globo, Marcius Melhem. Par ele, Lúcio era um gigante, um dos maiores que já viu atuar e que com quem pêde contracenar e escrever. Melhem destacou ainda o domínio das técnicas do humor e uma compreensão total do trabalho e da função do comediante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Era impressionante o domínio da técnica dele. Ele já mais velho, ficava sempre na dele, quietinho. Quando entrava em cena, acendia de um jeito. Era um aprendizado ver o Lúcio trabalhar. Ele era um professor mesmo. ”, comentou o Marcius Melhem para o canal de TV por assinatura Globo News.

A notícia da morte do ator foi dada por seu filho Lúcio Mauro Filho. Ele publicou no Instagram um post a respeito. “Por volta das 22 horas deste sábado, meu amado pai serenou. Ele merecia esse descanso. Lucio Mauro teve uma vida linda, uma carreira vitoriosa, 5 filhos, 5 netos, dois casamentos, com Arlete e Lu, duas mulheres fantásticas que se tornaram amigas e mantiveram essa família unida”.

Trajetória de Lúcio Mauro

O ator nasceu em Belém do Pará, em 14 de março de 1927. Começou a carreira no teatro nos anos 50, no teatro estudantil. No início dos anos 60, se mudou para Recife, onde se tornou um dos primeiros artistas da televisão no Nordeste. Ajudou a inaugurar a TV Rádio Clube de Pernambuco, a primeira da região. Na mesma década, se casou com a atriz Arlete Salles, com quem teve dois filhos. Nos anos 70, ele teve um segundo casamento com Ray Luiza Araujo Barbalho e mais três filhos.

Mais tarde, foi para o Rio de Janeiro, onde pôde trabalhar na TV Rio, na TV Globo e na TV Tupi, onde participou do clássico Grande Teatro Tupi. Na capital do Rio de Janeiro, ficou ainda mais popular com seus próprios programas. Mas seus personagens de humor nas atrações de Chico Anysio lhe deram sucesso absoluto.

Alguns deles são Adelmar Vigário, da Escolinha do Professor Raimundo, e Da Júlia, do Chico Anysio Show. Esse último personagem tinha lidar com o personagem sem noção Alberto Roberto, de Chico. O personagem Fernandinho também foi um êxito. Apesar de apaixonado, ele ficava constrangido com sua esposa ignorante cometia gafes com convidados. Os dois personagens voltaram ao ar com Lúcio Mauro no final dos anos 90 e anos 2000, no Zorra Total, da Globo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais