Marcelo Tas presta apoio a Danilo Gentili: “Humorista usa sua arma de brinquedo contra a realidade”

Apresentador do SBT despertou a ira do deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA)

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador do Provocações da TV Cultura, Marcelo Tas, saiu em defesa de Danilo Gentili, que virou alvo da Câmara dos Deputados após um comentário polêmico feito no final de fevereiro no Twitter, onde comentou que a população deveria entrar no Congresso e socar os parlamentares.

Para Tas, “humorista não representa um poder. Humorista usa sua arma de brinquedo contra a realidade”, escreveu ele em seu perfil oficial na mesma rede social durante a madrugada desta quarta-feira (3). E completou: “Danilo Gentili é humorista e tem meu apoio”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A polêmica mensagem de Gentili, que logo após a publicação foi apagada, dizia o seguinte: “Eu só acreditaria que esse País tem jeito se a população entrasse agora na câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”.

O pedido de prisão

O apresentador do The Noite se revoltou com a discussão da PEC de imunidade parlamentar, que protege os deputados contra o Judiciário. Entretanto, o comentário não soou bem, principalmente para a Câmara, que decidiu abrir uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a prisão de Danilo Gentili. A informação é do jornal O Globo.

O responsável por coordenar a ação é o deputado e procurador da Câmara, Luis Tibé (Avante-MG), a partir de solicitação do deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA).

Segundo os parlamentares, o objetivo é equiparar o comentário de Danilo a postagens de deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), que foi preso após fazer ameaças a ministros do STF.

Tibé relata que a ação não é contra “a pessoa” Danilo Gentili, mas de acordo com os “mesmíssimos princípios de defesa da Democracia e da Constituição Federal consagrados pela unanimidade do Plenário do Supremo Tribunal Federal, no caso do deputado Daniel Silveira.”

A assessoria de imprensa do deputado divulgou uma nota sobre o assunto: “Não podemos ter uma sociedade e uma Democracia com pesos e duas medidas. Se o Supremo Tribunal Federal, sabiamente, estabeleceu um limite para a livre manifestação do pensamento que é o respeito à integridade das instituições democráticas – princípio que a Câmara dos Deputados acolheu com margem de 364 votos – a Justiça brasileira não pode permitir que ninguém faça a incitação de ‘socar’ deputados.”

Devido à polêmica, o nome de Danilo Gentili figurou entre os assuntos mais comentados no Twitter nesta terça (2). Até o momento, a última postagem do humorista na rede social mostra ele reconhecendo que foi vítima de críticas justas de alguns deputados.

“Eu fiz um tuíte que foi alvo de justas críticas por alguns deputados. Quem me segue sabe que sempre defendi as instituições. Aliás, minha briga com bolsonaristas foi justamente pelo fato de eu ser contrário aos pedidos criminosos de fechamento do STF e do Congresso.”, escreveu.

Com a colaboração de Fábio Augusto

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio