Marcão do Povo pede desculpas e justifica sua fala no Primeiro Impacto

Jornalista explicou que queria se referir a 'hospitais de campanha' em vez de 'campos de concentração'

Publicado há 9 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por meio de seu perfil oficial no Instagram, Marcão do Povo, que foi suspenso da apresentação do Primeiro Impacto, no SBT, após sugerir a criação de campos de concentração para o tratamento do covid-19 no Brasil, publicou um posicionamento justificando sua declaração polêmica.

Na nota de esclarecimento, o jornalista pediu desculpas pelo mau uso do termo e alegou que estava se referindo a ‘hospitais de campanha’. Veja:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Na data 07/04/2020, no Programa Primeiro Impacto do SBT, apresentei uma idéia com a finalidade de contribuir para a atual crise que o nosso país e o mundo vem passando no combate ao COVID- 19.”

“A ideia apresentada consistia na junção de pessoas infectadas para serem tratadas em um mesmo local, com atendimento digno e eficiente, evitando assim, a criação de vários pontos de atendimento específico em nosso pais, e certamente com custo bastante elevado para a montagem de cada estrutura individual.”

“Como vocês bem sabem, programa de televisão transmitido ao vivo está sujeito a erros e palavras mal colocadas, onde peço aqui as minhas sinceras desculpas pelo uso indevido da palavra ‘campo de concentração’, posto que na verdade queria me referir a palavra ‘hospital de campanha’.”

“Vejam que em todo o teor da minha mensagem, eu jamais quis me referir a práticas nazistas, ou mesmo hostilizar pessoas doentes, foi apenas uma palavra mal colocada que trouxe grande repercussão negativa.”

“Reforço com o destaque que merece: repudio veementemente qualquer tipo de discriminação, qualquer que seja. Em tempo, peço minhas sinceras desculpas para aqueles que se sentiram ofendidos, bem como expresso o esforço pessoal para que falhas como esta não voltem a acontecer”, escreveu Marcão. Confira:

Após a declaração do jornalista, a informação tomou uma enorme repercussão e ele foi afastado da emissora por 15 dias. Além disso, os jornalistas do SBT enviaram uma carta de repúdio à situação pedindo que ele seja demitido após a suspensão imposta a ele. 

Jornais internacionais também repercutiram o caso, manchando a imagem da emissora pelo mundo. Apesar da repercussão negativa, a audiência do telejornal matutino reagiu positivamente depois do ocorrido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio