Mara Maravilha causa na web ao falar sobre ‘cura gay’ e sexo no casamento

A apresentadora não aprovou a decisão do STF e concordou com influenciadora digital

Publicado há 9 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta segunda-feira (20) do Fofocalizando, a proibição do STF sobre a ‘cura gay’ foi um dos assuntos. O Supremo Tribunal Federal decidiu não autorizar que psicólogos forneçam serviços sobre possível mudança de orientação sexual e identidade de gênero.

Ao ser questionada sobre o assunto, Mara Maravilha disse não concordar com a decisão. “Eu não considero que o ‘homossexualismo’ seja uma doença, mas eu trituro essa notícia. Eu acho que qualquer ser humano, pode ser homem, mulher, homossexual, hetero, se ele acha que tá um pouco agitado, que ele quer mudar, ele que vai escolher. Não acho que seja uma doença, mas acho que essa decisão deve ser triturada”, avaliou a apresentadora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois, o vespertino destacou uma frase da influenciadora digital Luisa Nunes. “Para mim, sexo no casamento é na frequência que o homem quer. É a coisa mais fácil do mundo para a mulher fazer sexo, gente”, escreveu a famosa numa rede social.

Mara voltou a ser polêmica em sua opinião. “Eu gostaria de obedecer essa ideia, essa lei, essa ordem, seja lá o que for. Eu gostaria, mas não consigo. Eu não trituro a ideia mesmo não sendo aprovada nela”, falou a comunicadora.

“Você concorda com o que ela falou, mas não consegue fazer. É isso?”, perguntou Chris Flores. “Exatamente”, respondeu Mara. Nas redes sociais, as opiniões de Maravilha viraram assunto.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio