Madai é condenado à morte pelo rei Nabucodonosor

Publicado há 9 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No capítulo que vai ao ar nesta quarta-feira (15), na Record TV, em O Rico e Lázaro, Madai (João Velho) será condenado à morte por Nabucodonosor (Heitor Martinez). O servo será humilhado pelo rei junto a Aliatis (Tião D’Avila), o que deixará Amitis (Adriana Garambone) bastante irritada.

Tudo começará na festa do palácio quando o velho servo do imperador derrubará vinho ao colocar na taça de Nabuco. O rei dirá que Aliatis é imprestável e mandará o criado beber o que derramou no chão. “Está esperando o quê? Obedeça!”, ordenará o soberano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com ar de humilhação, o fiel empregado vai se agachar para cumprir a ordem enquanto ouve as risadas do rei e de soldados. “Parece um cabrito com sede”, comentará Rabe-Sáris (Gustavo Leão). Depois de realizar seu desejo, o pai de Evil (Kaiky Brito) vai querer que o velho se desculpe e ao abrir a boca, o rei mandará o servo calar-se. “Sua voz me irrita”, completará.

Aliatis tentará conversar com o rei, que perderá a paciência e esbofeteará o idoso, que cairá violentamente no chão. “Mandei se calar, velho inútil”, seguirá o imperador ao ver o criado sangrando pelo nariz. Na sequência, ele pedirá para que o servo deixe a festa. Madai irá socorrer o pai e será questionado pelo rei.

“Quer ir com seu pai?”, perguntará Nabuco. O jovem responderá que não, que está no local para servir o soberano, que vai pedir para ele aproximar-se. O sogro de Shamiran (Gabriela Moreyra), então, colocará uma taça de vinho na cabeça do servo e avisará que vai contar até 10 enquanto ele dança, caso ele derrube a taça terá um dedo queimado pela lamparina.

Logo no início da música, Madai deixará a taça cair e ouvirá do rei que é inútil igual ao pai. Nabuco ordenará que tragam a lamparina e os soldados, em coro, começarão a repetir: “Queima, queima!”

Quando o rapaz estiver prestes a tocar a chama com o dedo, Amitis chegará ao local e vai interromper o marido. “Não acha que já festejou demais?“, perguntará. Nabuco alegará que só está querendo se divertir um pouco e a rainha o lembrará que estará nos aposentos. “Não demore”, pedirá.

A intervenção da esposa fará com que o imperador desista do castigo a Madai, mas mesmo assim, o servo terá que pagar outra punição: dançar com um cesto de frutas na cabeça. Enquanto estará cumprindo a ordem, o filho de Aliatis servirá de diversão para os convidados do evento, que vão ficar rindo do rapaz.

Conforme ele derrubará a cesta, o rei ordenará que ele tente novamente para fazê-lo rir. Ao derrubar mais uma vez, Nabuco perderá a paciência. “É um inútil. Não vai conseguir equilibrar nada em cima dessa cabeça oca”.

Nebuzaradã (Ângelo Paes Leme), que terá chegado à festa, vai sugerir que o criado imite um animal. Madai se deitará no chão e tentará reproduzir o réptil, mas vai desagradar o soberano, que apontará uma espada no pescoço do rapaz. “Agora me faça rir, ou vai atravessar os nove portais sem cabeça”, ameaçará Nabuco.

Logo depois, Amitis voltará ao local com Aliatis, que foi lamentar à rainha, e vai flagrar o jovem ajoelhado, prestes a ter a cabeça cortada. “O que está acontecendo aqui?”, indagará a rainha.Nabuco responderá que ela chegou na hora exata da punição e que o servo merece morrer.

Ela vai querer saber o que Madai fez e o rei dirá que o problema foi o que ele não fez, contando que o criado se recusou a fazê-lo rir e que um servo desobediente merece a morte. Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de O Rico e Lázaro.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais