Luiza Vaz se emociona ao vivo ao comparar covid-19 ao ataque em Hiroshima

Ela recordou uma entrevista com um sobrevivente do holocausto

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na manhã desta quarta-feira (31), Luiza Vaz, coapresentadora do Bom Dia SP, surpreendeu os telespectadores ao falar sobre a situação que o país vive por conta da pandemia de coronavírus. Ela se emocionou ao vivo ao comparar o ataque nuclear em Hiroshima, no Japão, com as mortes de covid-19.

O coronavírus já matou mais de 318 mil pessoas no Brasil e o jornalístico entrevistou um sobrevivente do holocausto, que chegou a sofrer em um campo de concentração, no extermínio de judeus na Alemanha, além de Kunihiko Bonkohara, que presenciou o ataque da bomba no Japão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ano passado eu tive o privilégio de conversa com o seu Bonkohara, que é sobrevivente da bomba de Hiroshima, e ele junto com [outros] dois sobreviventes têm um espetáculo de teatro que eles viajam o país contando a experiência deles”, começou dizendo Luiza.

“Ele, na época, tinha cinco anos, a senhora tinha dois e o outro senhor que participa do espetáculo era soldado. Então, os depoimentos deles são realmente muito impactantes e eles falam que querem. falar sobre pra levar a mensagem para que esse horror não se repita”, completou.

“Infelizmente a gente está vendo que o horror pode ter outras faces além das bombas”, conclui Luiza Vaz, que ficou bastante emocionada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio