Luís Lobianco conta como foram as preparações para Segundo Sol, sua primeira novela

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Luís Lobianco foi um dos convidados do quadro Ding Dong do Domingão do Faustão deste domingo (03). Experiente na atuação seja no Porta dos Fundos ou em séries da TV por assinatura, o ator falou para Faustão que só agora surgiu a oportunidade de participar de uma novela, e destacou as particulares dos folhetins.

“É diferente porque é muito mais rápido, temos um volume de cenas absurdo”. Faustão então pediu que ele explicasse seus horários de trabalho para que o público não pensasse que era uma profissão fácil: “Chegamos às 9 da manhã, e saímos às 9 da noite. Fora o trabalho que temos em casa, porque temos que chegar prontos, com o texto decorado. Temos um diretor maravilhoso, e ele não deixa levar o texto para o estúdio, tem que estar decorado”. Contou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Malhação: Pérola fica paranoica depois de ouvir comentário de amiga sobre seu corpo

Faustão perguntou a Lobianco se o ator, tal qual um compositor, vai sentindo a novela, e construindo seu personagem ao longo dos meses, já com a obra no ar, e o ator respondeu que o trabalho começa bem antes da estreia: “Antes de a novela estrear, a gente já está trabalhando há muito tempo, e vamos montando o personagem dessa forma”.

“Em Segundo Sol, a gente tinha um compromisso com o povo baiano como, e tenta entender como ele se comporta, como fala, e fomos investigando juntos. Cada um montou sua estratégia para isso. Alguns foram para a Bahia, outros recorreram a amigos e parentes. Quando a novela estreia, temos o retorno do público, e conseguimos saber melhor, que é a cereja do bolo.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio