Lucero revela se interpretará a vilã das vilãs, Catalina Creel, no remake de Cuna de Lobos

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como o Observatório da Televisão adiantou com exclusividade, a Televisa anunciou o remake de alguns títulos clássicos de sua teledramaturgia. Cuna de Lobos é uma delas. E para viver a vilã das vilãs, Catalina Creel, nomes como o de Lucero tem pipocado na imprensa mexicana.

Veja também: É oficial: Televisa anuncia A Usurpadora, Rubí, A Madrasta e Cuna de Lobos em formato de série

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz e cantora, que está no ar através da reprise de Por Ela Sou Eva, é nome forte nos bastidores da Televisa. Ela se pronunciou sobre a possibilidade. “Acho que pela idade eu estou muito nova para fazer o papel. Catalina era bem mais velha. Eu sempre disse que estou aberta aos projetos que chegarem.”, explicou a atriz em entrevista ao jornal Al Diário.

O projeto Fábrica de Sonhos vai reviver os grandes clássicos mexicanos como Rubí, A Usurpadora, A Madrasta e Cuna de Lobos. As produções terão em trono de 25 capítulos cada.

É oficial: Televisa anuncia A Usurpadora, Rubí, A Madrasta e Cuna de Lobos em formato de série

A Televisa quer mesmo reviver suas novelas de grande sucesso. A emissora acaba de oficializar o projeto ‘Fábrica de Sonhos’. Nele, 12 títulos clássicos de sua teledramaturgia retornarão com uma nova roupagem.

Alguns dos títulos são: A Usurpadora, Rubí, Cuna de Lobos, A Madrasta. Cada produção contará com 25 capítulos. Também estão na lista, Os Ricos Também Choram, Rosa Selvagem, Quinceanera e O Privilégio de Amar.

Para a realização deste projeto, a alta cúpula do Las Estrellas já mandou avisar que essas produções contará com a participação de atores, diretores e produtores das versões originais. Será utilizado também a mais moderna tecnologia disponíveis no mercado. “Conservar a mesma intensidade dramática e a força desses personagens, só que, agora, com um enfoque multiplataforma. Formatos curtos e contextualizados com a atualidade.”, detalhou executivos da emissora durante a apresentação do projeto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio