Lívia Andrade relembra participação no Fantasia e rebate fama de barraqueira: “Procurei evoluir”

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Convidada do Programa da Maisa deste sábado (15), Lívia Andrade relembrou parte de sua carreira, incluindo sua participação no programa Fantasia. Ela reviu imagens e contou que na época que foi uma das dançarinas tinha apenas 13 anos de idade, e com carinho disse que era a sua oportunidade de ter um contrato.

Lívia Andrade no Fantasia (Reprodução)

“Adorava, me divertia muito. Muita gente saiu desse programa. Eu, Fernanda Vasconcellos, Izabella Camargo que é jornalista, era muito bom”, disse ela. A loira ainda viu cenas de sua primeira personagem fixa em novelas. Ela foi Janaína em Corações Feridos (2012), e contou que precisou fazer aulas com Milene Pavorô para aprender o sotaque caipira da personagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lívia Andrade em Corações Feridos (Reprodução)

“É muito gostoso fazer novela, você convive tanto tempo com as pessoas que se apega muito, é uma família. Nessa novela, era a primeira e já tive que fazer sotaque de caipira”, explicou a apresentadora do Fofocalizando.

Considerada barraqueira, ela disse que hoje recorre aos advogados para situações desagradáveis ao invés de brigar. “A gente bota advogado nos problemas, porque não posso resolver como eu gostaria, como eu fazia quando estava lá na rua. Se eu fizer eu vou me prejudicar, tanto pela lei e quanto pela minha imagem. Eu procurei evoluir”, finalizou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais