Como Jezabel, algumas adaptações da Bíblia que a Record TV ainda não fez, mas poderia fazer

Publicado há 2 anos
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escrita por Paula Richard, Jesus chegou ao final nesta segunda-feira, dia 22 de abril, e em seu lugar hoje estreia Jezabel, de Cristianne Fridman, às 20h45min. A Record TV segue investindo em novelas bíblicas para seu horário nobre. O segmento foi iniciado em 2015 com a bem-sucedida Os Dez Mandamentos, de Vivian de Oliveira.

Consideradas as histórias que já foram adaptadas pela
emissora, seja como novelas, seja como minisséries, hoje sugeriremos algumas
tramas e personagens da Bíblia que poderiam render bons projetos em capítulos.
Com toda a certeza, outros elementos são criados para “engordar” o enredo e
atender às necessidades dramatúrgicas. Todavia, mesmo para aqueles mais alheios
à religião, os temas são em geral conhecidos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Caim e Abel

Na Bíblia, a história de Caim e Abel é narrada no livro de Gênesis. A saber, este livro originaria uma novela da Record TV, escrita por Gustavo Reiz. Mas o autor deixou a emissora recentemente. Seria essa novela que iria ao ar agora, ao invés de Jezabel. Os dois personagens são filhos de Adão e Eva, e muito conhecidos por serem os primeiros envolvidos em crime de fratricídio (quando um irmão mata outro). Invejoso do êxito de Abel junto a Deus com um sacrifício oferecido ao Senhor, ele mata o irmão. Como castigo, sofre banimento e é obrigado a viver uma vida de indefinição e sofrimento.

Abraão

Outro integrante do livro de Gênesis, a saber. Abraão é o grande patriarca de três religiões: judaísmo, cristianismo e islamismo. Casado com uma meia-irmã, Sara, Abraão passou por poucas e boas em virtude de sua fé em Deus e da beleza da esposa, cobiçada em diversos locais por onde eles passaram. Além disso, ante sua dificuldade de engravidar e grande vontade de dar um filho ao marido, Sara concedeu a Abraão que concebesse com a criada Hagar. Posteriormente, sentindo-se superior à patroa, Hagar passou a criar problemas. Com efeito, decorrem dos conflitos de Abraão vários acontecimentos interessantes para serem contados em capítulos. Como na estreia de hoje, Jezabel.

Débora

Do livro de Juízes, surge a figura de Débora. Juíza e profetisa, foi uma das pessoas influentes que governaram Israel durante um período em que não havia rei. Ela liderou o povo israelita numa grande batalha contra o reino de Canaã, que desejava subjugar a todos. Em tempos de discussões cada vez mais intensas sobre feminismo e empoderamento feminino, uma personagem como Débora, que foi líder de um povo quando esse papel não era reservado às mulheres, poderia colaborar ainda mais para vermos como determinadas construções sociais são equivocadas e também sazonais.

Jacó

Jacó já apareceu como personagem em duas produções da Record TV, a saber: as minisséries José do Egito (2013) e Lia (2018). No entanto, sua vida longa e cheia de percalços, que colocaram em xeque sua fé em Deus e sua disposição para enfrentar muitas adversidades, renderia uma boa novela. Jacó tinha um irmão gêmeo, Esaú, nascido pouco antes que ele. E que, por isso, era tomado por primogênito de Isaac e Rebeca, com todos os privilégios decorrentes dessa condição.

Valendo-se da cegueira e da avançada idade do pai, Jacó o engana se fazendo passar por Esaú. Toma a sagrada bênção do primogênito e viaja para a casa do tio paterno Labão. Lá ele se apaixona pela prima Raquel, e o tio a promete em casamento desde que Jacó trabalhe exaustivamente para ele durante sete anos. Findo o prazo, Jacó é vítima de uma artimanha e acaba desposando a prima Lia, irmã mais velha de Raquel e sem maiores atrativos. Caso queira desposar também a amada, ele precisa trabalhar por mais sete anos para o tio. Consente nisso e, após 14 anos, enfim casa-se com Raquel, a esposa preferida. Com toda a certeza, uma das histórias com mais “cara de novela” da Bíblia toda.

Salomão

Seus pais, Davi e Bate-Seba, já tiveram sua história contada na minissérie Rei Davi (2012), de Vivian de Oliveira. Na ocasião foram interpretados por Leonardo Brício e Renata Dominguez. A trajetória de Salomão, considerado um grande sábio, renderia um projeto à parte. Líder um reino rico, próspero e acolhedor de toda gente que acorria a Israel a fim de consultá-lo para solucionar as mais diversas questões, Salomão é um personagem de muito potencial para a dramaturgia.

É célebre o caso das duas mulheres que requisitavam para si a maternidade de uma criança, e para resolver a questão o Rei Salomão teria ordenado que se partisse a criança em duas. Diante dos veementes protestos de uma das mulheres, o rei determinou que ela era a mãe, pois a verdadeira mãe jamais deixaria que nada de mau acontecesse ao filho.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio