Lilia Cabral fala sobre sua torcida para o final de Silvana em A Força do Querer

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela A Força do Querer, chegará ao fim no próximo dia 20 de outubro. A trama escrita por Gloria Perez e dirigida por Rogério Gomes é um sucesso estrondoso de público e repercussão, sobretudo devido à presença de personagens femininas fortes como Ritinha (Isis Valverde), Bibi (Juliana Paes), e Jeiza (Paolla Oliveira).

Leia também: Tempo de Amar “surfa” na boa fase das novelas da Globo

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Outra atriz que encabeça a lista de personagens femininas da trama é Lilia Cabral, que dá vida à arquiteta viciada em jogos, Silvana. Em entrevista ao jornal O Globo, ela relatou que há tempo não interpretava uma personagem tão popular na televisão.

“O sucesso dos outros personagens estava na dramaturgia. Com a Silvana tinha um tema que veio de bandeja. A Gloria amarrou e foi entrelaçando muito bem as histórias da novela. O público teve tempo para entender as motivações dos personagens. Há um drama por conta do vício, que é trágico. Mas há ainda um lado patético, cômico. Fui ganhando confiança e me sentindo confortável ao inserir humor na minha interpretação. Algumas pessoas sentem pena da Silvana, outras têm raiva.”

A atriz falou ainda sobre as opiniões controversas causadas pela novela acerca da arte e de temas espinhosos: “As pessoas fazem questão de conversar comigo. Não estamos caminhando para trás. O público abraçou a novela. As questões estão sendo discutidas. Veja o caso da Bibi. Não conheço ninguém que ache certas as atitudes dela. Para mim, a personagem não glamouriza o crime. É uma vida dura, de cão. Ela só perdeu e vai seguir perdendo. Só vejo dor e sofrimento ali. Já a história da Ivana/Ivan (Carol Duarte) fez as pessoas entenderem a questão da identidade de gênero. Quantos brasileiros nem sabiam o que era ser trans antes da novela?”

Lilia que também pode ser vista como a personagem Amorzinho, na reprise de Tieta exibida pelo Canal Viva, e escrita por Aguinaldo Silva, já está reservado para a próxima novela do autor, O Sétimo Guardião, que será produzida em 2018. Em relação ao fim de sua personagem, Silvana ela afirma que não espera um final feliz:

“Não posso dizer que terá um final feliz. Silvana tem um problema grave e pessoas como ela precisam viver um dia depois do outro, e ficar de olho para não sofrerem recaídas.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio