Lexa comenta sobre turnê internacional no The Noite: “Meu trabalho alcançando vários espaços”

Publicado há 2 anos
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Lexa será a entrevista do programa The Noite com Danilo Gentili
desta terça-feira (09), no SBT.
Curtindo o sucesso da música Sapequinha,
a artista fala sobre os próximos lançamentos da carreira, relação com o
Carnaval e sobre sua turnê nos Estados Unidos e Europa.

Com mais de 120 milhões de visualizações no clipe oficial da coreografia de Sapequinha, Lexa destaca o cuidado que tem para incluir a dança nas suas canções. “Adoro criar coreografias. Essa foi junto com uma bailarina amiga minha. Hoje para uma música fazer sucesso não basta ser boa, tem que ter também um bom clipe, uma boa coreografia”, analisa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Preparando o lançamento da música
Amor Bandido, gravada com MC Kekel, a
cantora comenta o fato de emplacar um hit atrás do outro. O último grande
sucesso de Lexa foi Só Depois do Carnaval,
divulgada em fevereiro. “Demorou um pouco, mas aconteceu”.

Questionada se Sapequinha segue uma trilogia, Lexa
confirma a teoria. “A próxima música é
uma resolução do casal que sabe tudo que fez no Carnaval e quer voltar
”, explica
Lexa sobre a parceria com Kekel.

Arriscando alguns passos de funk com a convidada, Gentili brinca ao perguntar se a canção é inspirada em algo vivido por ela. “Não, eu me casei. Mas tenho amigas que vivem isso e vê dividir comigo”, revela Lexa, que é casada com o funkeiro Guimê.

Relação de Lexa com o Carnaval e turnê internacional

Sobre sua paixão pelo Carnaval, a
cantora recorda que foi incentivada pela mãe Darlin Ferratry. “Minha mãe
teve influência na minha vida tanto no funk como no samba. Ela foi rainha de
bateria
”, conta Lexa, analisando os custos das fantasias utilizadas nos
desfiles carnavalescos.

É muito caro. Dá para comprar
um carro. Pedraria, pedra. Mas não é me esnobando. Imagina uma roupa com 40 mil
pedras
”. Para o próximo ano, ela diz querer algo mais sustentável: “focada
em pena sintética, uma mudança de conceito
”.

Antes do encerramento da
entrevista, Lexa também comenta sobre ser convidada para fazer shows no Estados
Unidos e Europa. “É para cantar para brasileiro, não me engano, não. É meu
trabalho alcançando vários espaços, vou lá cantar animadíssima
”, conclui a
cantora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio