Letícia Lima estudou mulheres obsessivas para compor papel em Amor de Mãe: “Todo mundo quer se curar”

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Prestes a substituir A Dona do Pedaço no horário nobre da Globo, Amor de Mãe promete brindar a audiência da Globo com uma galeria de personagens instigantes. Uma delas será a piloto Estela. Empoderada e feminista, ela perde o chão – e as estribeiras – quando o amante, Raul (Murilo Benício), a troca por outra, Érica (Nanda Costa).

Decidida a fazer bonito como Estela, a atriz Letícia Lima mergulhou a fundo no universo e nas obsessões da personagem. “A primeira coisa que fiz foi pesquisar mulheres que precisaram se tratar quando a paixão e o amor se tornavam algo não saudável para elas, quando anulavam a própria vida em prol disso. Então conversei com muitas mulheres, e existe um grupo, um fórum de mulheres que conversam sobre, e botam para fora“, revelou, em entrevista ao Observatório da Televisão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O resultado desse laboratório, segundo ela, foi enriquecedor. “Todo mundo quer se curar, todo mundo ali entende que é um vício e é necessário um processo de cura. Mas ao mesmo tempo é muito confuso porque o amor é uma coisa tão positiva e tão bonita, que é difícil perceber quando deixou de ser um amor saudável“, analisa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais