Leo Dias responde pergunta polêmica de Márcia Goldschmidt sobre elenco do Fofocalizando

Publicado há um ano
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sempre polêmico, o jornalista Leo Dias decidiu falar sobre seus colegas de trabalho, do SBT. Ele é coapresentador do vespertino Fofocalizando, que conta ainda com Mamma Bruschetta, Leão Lobo, Lívia Andrade, Gabriel Cartolano e Décio Piccinini. Em entrevista à apresentadora Márcia Goldschmidt, no Instagram, ele responde se eles são invejosos ou verdadeiros.

“Márcia Goldschmidt! Verdadeiros”, dispara aos risos. Neste momento do bate-papo, o famoso faz a antiga apresentadora da Band gargalhar. “Então, tá. Você me falou, eu estou, aqui, ouvindo”, diz, sem polemizar ou querer saber detalhes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em outro momento da entrevista, ela o questiona sobre as críticas e ele diz que, no passado, as pessoas, quando queriam falar mal dele, diziam que ele era fofoqueiro e desmereciam o fato dele ter feito jornalismo para falar da vida de famosos. “Eu falo assim: ‘amor, eu posso até ser fofoqueiro, mas eu sou o melhor. Eu sou o melhor do Brasil”, dispara.

Desafetos

Na sequência, fala sobre os inimigos. “Eu acho que houve casos de inimigos, mas hoje eu sou muito mais cercado de amigos. Ex-inimigos se relacionam muito bem comigo. Eu fiz, na semana passada, uma entrevista com Otaviano Costa. Ele me processou, ele ganhou na Justiça. Durante dois anos, Márcia, eu tive que ir num tribunal, aqui na Barra da Tijuca, assinar um papel lá”, explica.

Perguntado se fez as pazes, realmente, ele diz que são águas passadas, que não guarda mágoa. “A gente tem que saber andar e caminhar. Vários outros casos. Eu já briguei com tanta gente. Eu sou leal, Márcia, eu sou muito leal”, garante.

A vida de famoso

O apresentador do SBT ainda foi perguntado se o sucesso equilibra ou desatina. “Ele desatina, ele não equilibra, não. Ele tira do prumo. Eu entrevistei a Amora Mautner e ela fez Avenida Brasil. E eu falei isso com ela. E ela me falou uma frase que me marcou sobre sucesso. ‘É humano tirar o pé do chão com o sucesso’. É humano! Ele levanta a gente um pouquinho, depois volta, mas é humano”, explicou.

E concluiu: “Eu acho que o que faz eu manter os pés fincados no chão é eu saber exatamente de onde eu vim. Eu sei exatamente de onde eu vim. Todo dia eu lembro disso”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais