Leandra recebe proposta para viver com Miro e pede dote de garantia em O Outro Lado do Paraíso

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final de O Outro Lado do Paraíso, Leandra (Mayana Neiva) vai conseguir realizar seu sonho de ser ‘dama da sociedade’. É que o viajante misterioso que começa a visitá-la no bordel periodicamente, vai querer levar a bonitona para viver com ele em sua fazenda. Inicialmente, a dona do bordel recusará o convite de Miro (ator não divulgado). Mas Caetana (Laura Cardoso) vai aconselhar a garota a pedir um dote ao amante.

O viajante chega no estabelecimento durante o dia e surpreende Leandra. “Eu quero falar com você. Em particular”, diz. “Desculpa, agora não é hora. Eu não me sinto à vontade. Imagina, de dia”, avisa. “Certas coisas não tem hora, Leandra”, ralha Caetana. “Eu ainda tenho minhas vergonhas, dona Caetana”, lembra. “Só conversar”, insiste Miro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adriana desiste de Patrick e vai namorar Nicolau em O Outro Lado do Paraíso

A sós, Leandra vai questionar o amante. “Eu sei que gosta de deitar comigo, mas não vejo que assunto sério pode ter”, questiona. “Eu sou viúvo. Tenho três filhos. Minha mulher morreu muito nova”, conta. “Eu sinto muito”, lamenta a mulher. “Meus filhos tão numa idade difícil. Eu tou sempre viajando, fazendo negócios. Ganho muito dinheiro com soja… Meus filhos precisam de uma mãe. Alguém pra orientar, pra cuidar. Eu também preciso de uma mulher”, continua.

Daniela Fontan, a Janete de O Outro Lado do Paraíso, revela o que ouve nas ruas: “Cala a sua boca, você fala demais”

Leandra vai ficar surpresa. “Sem dúvida na tua região tem muita mulher bonita. Cê é fazendeiro rico, viúvo. Não há de faltar candidata”, diz. “Nenhuma que eu goste. Eu gosto de você. Eu to de passagem pela região. Volto em alguns dias. Queria levar você comigo”, insiste. Só que a dona do bordel vai fugir da raia. “Eu to muito lisonjeada com tua proposta. To me sentindo a mulher mais linda desse mundo. Imagina, ser cortejada por um fazendeiro de soja, que tem dólar no bolso. Mais ainda, um homem que quer me dar vida honesta. É só elogio”, garante.

Miro, então, vai ficar contente. “Então aceita?”, pergunta. “Não posso”, diz. “Cê mesmo disse que gosta da vida honesta. Que não quer continuar aqui, que tinha o sonho de casar”, surpreende-se. “Tenho. Mas entenda. Eu já fui muito enganada na minha vida. Não é que desconfio de você. Tenho todos motivos do mundo pra acreditar no que diz. Eu olho nos teus olhos e vejo que é um homem bom… Mas já sofri demais nas mãos dos homens pra acreditar. Esse estabelecimento é tudo que tenho na vida. Se largo e cê me abandona, com os anos, vou ter que pedir esmola na rua. Não posso arriscar”, afirma.

Quando fica sabendo que a sua pupila recusou o pedido do fazendeiro por medo, Caetana dá um conselho. “Pede uma garantia. Ele vai entender. Qualquer coisa, cê não sai de mãos abanando. Cria coragem e pede!”, diz. Quando Miro volta ao estabelecimento dias depois, Leandra segue o conselho da velha quenga. “Preciso saber se pensou na minha proposta”, pergunta o fazendeiro. “Miro, eu já disse, não é que eu desconfie de você. Mas tenho uma vida dura. Já confiei em muitos homens. Perdi. O pouco que eu tenho, que é essa casa, eu cuido, trabalho dia e noite pra ganhar meu dinheiro e botar no banco pra minha velhice. Se eu vou com você e não dá certo, não posso voltar”, analisa.

Miro quer saber onde a bonitona quer chegar. “O dia que me for, eu vou vender isso aqui. Mas na hora de vender, a gente nunca pega o que vale. Eu sei que to errada. Posso até te ofender. Mas quero uma garantia… Deposita uma quantia no banco pra mim. Um dote, como se dizia antigamente. Pra me dar segurança de ir embora. Eu prometo que se depositar, vou cuidar da tua casa, teus filhos e te faço o homem mais feliz do mundo. Minha conta é essa aqui. Guarde”, explica. “Vou pensar na tua proposta. Confesso que não esperava esse pedido… Acho melhor ir embora”, diz.

Leandra fica angustiada e acha que Miro se sentiu ofendido com a proposta. Caetana logo percebe a preocupação da pupila. “Já vi que fez o pedido”, diz a velha. “O homem se espantou. Não volta mais”, acredita a dona do bordel. “Volta sim. Vai te dar o dinheiro. Tá feita, Leandra!”, garante Caetana, que sabe das coisas do coração.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio