SAIBA MAIS!

Lavínia Vlasak abre o jogo sobre ter parado de atuar na televisão e revela planos: “Voltarei feliz da vida”

Atriz revelou que deu uma pausa na carreira para se dedicar à família

Publicado em 16/09/2023

A atriz Lavínia Vlasak, de 46 anos, que interpretou o papel de Estela na novela Mulheres Apaixonadas (2003), abriu o jogo sobre o verdadeiro motivo de ter ficado um tempo afastada da televisão brasileira. Em entrevista à Caras Digital, a artista explicou que preferiu priorizar a sua família logo após passar por duas gestações e que aguarda ansiosamente um novo convite para voltar a brilhar nas novelas.

“Eu realmente não quis trabalhar grávida. A criança sente tudo o que está lá dentro e as novelas são feitas todas em cima de uma ficção que tem que ter algum drama, algum conflito para gente desempenhar, senão a história não tem graça. A gente chora, grita e por mais que a gente saiba que é ficção, o nosso corpo não sabe. E obviamente, o neném ali dentro também não sabe”, contou ela.

Lavínia Vlasak também falou sobre a dificuldade de voltar a ser convidada para trabalhar na teledramaturgia após se dedicar aos filhos. “Então, optei por não trabalhar grávida e depois que as crianças nasceram também optei por ficar um pouquinho com elas. E foi isso. Na verdade, fiquei um pouquinho fora do radar e aí ficou um pouco mais difícil para voltar. Mas eu estou animadíssima, sempre para voltar”, relatou a artista.

Por fim, a intérprete de Estela na obra de Manoel Carlos revelou que pretende retornar às novelas quando surgir uma nova personagem que ela ainda não teve oportunidade de interpretar na TV.

“Sobre retornar às novelas, pretendo voltar sim, se tiver um convite bom porque eu estou doida para acontecer. Voltarei feliz da vida! Meus planos são voltar a atuar e continuar escrevendo. Eu estou querendo produzir os meus próprios textos e eu acho que isso é primordial para mim nesse momento. E, claro, o outro sonho também é poder interpretar personagens que eu ainda não tive a oportunidade, há coisas bem diferentes do que eu já fiz”, completou Lavínia Vlasak.