Laços de Família teve ‘sumiço’ das crianças por decisão da justiça; entenda

A produção ficou três semanas sem o elenco menor de idade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Exibida pela primeira vez entre junho de 2000 e fevereiro de 2001, Laços de Família, enredo das 21h de Manoel Carlos, passou por um momento delicado durante a sua trajetória. A justiça do Rio de Janeiro conseguiu impedir a presença de menores de 18 anos na produção.

Desembargadores da 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça negaram o recurso que a TV Globo pleiteou para tentar mudar a decisão do Ministério Público do Estado, que em setembro daquele ano começou uma batalha contra a platinada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nina (Júlia Maggessi), Raquel (Carla Diaz), Tide (Samuel Melo), Fábio (Max Fercondini) e Bruninho (feito pelos gêmeos Natã e Andrey Beltrão) tiveram que sair de cena. Julia Almeida, filha do Maneco que tinha 17 anos na época, foi a única menor que seguiu após conseguir um mandado de segurança.

O veto durou três semanas, o que fez o autor criar situações para justificar o sumiço dos personagens mirins. Após o período, a emissora entrou em acordo ao seguir determinações da justiça e os menores retornaram ao enredo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio