Karol Conká reprova as próprias atitudes no BBB 21: “Suja e podre”

Cantora participou do programa A Eliminação, do Multishow

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recém-saída do Big Brother Brasil 21, a cantora Karol Conká participou na última quarta-feira (24) do programa A Eliminação, exibido pelo canal pago Multishow. Durante a atração, ela garantiu estar profundamente arrependida das atitudes que teve dentro do reality show.

Concordo com a rejeição que as minhas atitudes tiveram. Eu aqui de fora, como telespectadora, também iria rejeitar – só não iria apedrejar tanto como estão fazendo porque não cometi nenhum crime. Mas não foi nem um pouco legal o que eu fiz“, admitiu aos apresentadores Vivian Amorim e Bruno de Luca.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fiquei mal vendo as imagens, me senti suja, podre… Mas vou melhorar esse lado“, prometeu ela. “Ali tudo é muito intenso. Realmente passei do ponto, aqui fora não é dessa forma. Sou bomba, sou ácida, mas nos momentos que precisam aqui fora. Nesses casos, não precisava.

Preconceito, eu?

Por outro lado, Karol rechaçou as acusações de que teria cometido xenofobia contra Juliette Freire. “Na internet as coisas são muito maximizadas, acho que as pessoas ficam mais loucas do que quem está lá na casa. Eu jamais teria esse tipo de preconceito, não tem nada a ver. Pelo amor de Deus, menos! Aí já é demais“, protestou.

Quando eu falei que sou de Curitiba e falo mais baixo, é porque realmente, a gente que é de Curitiba tem um tom mais baixo, mais chato de lidar com as coisas. Em nenhum momento eu desmoralizei ela, o sotaque dela“, assegurou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio