Jurados estão ainda mais criteriosos na segunda temporada do Bake Off Brasil

Publicado há 4 anos
Por Neuber Fischer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Bake Off Brasil, os confeiteiros amadores enfrentam dois tipos de desafio: técnico (todos recebem a mesma receita e devem prepará-la) e o criativo (os competidores devem fazer receitas que sejam deliciosas e que também se destaquem pelo visual elaborado). A regra principal é preparar confeitos, doces ou salgados, que precisem ir ao forno.

SBT promove lançamento da segunda temporada do Bake Off Brasil

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As gostosuras são avaliadas pela chef confeiteira Carol Fiorentino e pelo exigente empresário, Fabrizio Fasano Jr. Em algumas ocasiões especiais haverá jurados convidados, que podem ser especialistas ou famosos.

A chef confeiteira Carol Fiorentino diz que apesar da fama de carinhosa, estará mais rigorosa: “Eu gosto de ensinar e mostrar onde podemos melhorar, mas nessa temporada espero mais dos participantes, pois eles já conhecem o programa e precisam estar mais preparados”. A jurada, que afirma estar feliz com o astral das gravações, que já se iniciaram, conta o que um confeiteiro amador precisa para vencer a competição: “É necessário ter calma, controle emocional, estudar bastante, pesquisar e entender que dias ruins acontecem com todos”.

Por sua vez, o empresário Fabrizio Fasano Jr., que ficou conhecido como o temível jurado do reality show após algumas avaliações sem rodeios, alerta que não faz tipo e que permanecerá da mesma maneira: “Não faço isso por personagem e sim por personalidade. Isso não se muda fácil, pelo contrário, com a idade só piora. Trago de novo um pouco menos de tolerância com erros infantis”. Para o jurado, o competidor que quiser ser campeão precisa: “ter uma técnica apurada e muito controle emocional”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais