Juliana Paes revela o que já ouviu nas ruas por causa de Bibi de A Força do Querer

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar como a Bibi, esposa do traficante Rubinho (Emílio Dantas), de A Força do Querer, Juliana Paes já sentiu nas ruas várias opiniões diferentes do público por causa da personagem.

“Se estou num lugar mais abastado, junto às classes A e B, escuto: ‘Que absurdo! Vontade de dar uns tabefes nessa Bibi! Larga logo esse homem!’. Mas se estou numa comunidade, e eu já gravei em algumas, o feedback é totalmente diferente: ‘Entendo você, já tive uma tia, uma prima, uma mãe que passou por isso’, ‘Eu já passei por isso, fiz loucuras por amor e me arrependi’; ‘Já deixei de fazer muita coisa na minha vida por causa de homem’. Essa personagem tem me dado a oportunidade de conhecer o dia a dia da favela. Antes, eu só tinha ido a festas no Morro do Vidigal”, afirmou a estrela ao jornal Extra.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Inimigas só na novela: Juliana Paes se diverte dançando com Paolla Oliveira

A atriz avalia o papel como o mais ambíguo e complexo da sua trajetória profissional. “Chegou num momento de muita segurança e maturidade como atriz. Eu encontrei uma personagem forte e estava pronta para encarar o desafio. É um grande momento da minha carreira, este tem sido um ano muito bom para mim. Comecei em janeiro de uma maneira muito especial, com [a minissérie] ‘Dois Irmãos’, aí veio Bibi, mais para frente vai vir Dona Flor [no cinema]… Tenho dificuldade de usar termos como ‘divisor de águas’, ‘papel da minha vida’. Para falar isso a gente precisa de tempo. Mas tenho sentido a repercussão nas ruas, nas redes sociais, o motorista da Globo que me diz que ‘não perde a novela por nada deste mundo’. Quando a gente está muito dentro, é difícil ter um panorama mais abrangente. Imagino que a personagem seja um sucesso, mas mantenho sempre um pé atrás, achando que estou enxergando só a minha bolha. Há muito tempo, eu não era chamada pelo nome de uma personagem nas ruas. Era sempre ‘Juliana!’, agora é ‘Bibi!’. Quando o personagem está na frente do ator, quer dizer alguma coisa, né?”, concluiu Paes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais