Jornalista reintegrada judicialmente à Globo, Izabella Camargo afirma que está fora da emissora

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Izabella
Camargo
foi afastada por uma licença médica do trabalho na
Globo em outubro de 2018, e ao retornar acabou sendo demitida. Na ocasião, a jornalista
foi diagnosticada com síndrome de Burnout, uma doença cada vez mais comum, que
leva o indivíduo a pequenos colapsos devido às pressões do trabalho.

Em julho deste ano, uma decisão da justiça obrigou a Globo a recontratá-la, mas parece que novamente Izabella está fora da emissora, e falou sobre isso no TV Fama desta terça-feira (19). “Eu vivi uma experiência em que eu poderia ter ficado muito mal e na verdade eu me descobri com muito mais capacidade do que eu podia imaginar”.  

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O retorno de Izabella foi
cercado de boatos. Notícias circularam sobre ela não poder voltar para a frente
das câmeras, e até mesmo sobre seus antigos colegas de trabalhos serem
proibidos de chegarem perto dela, algo que ela explicou na entrevista.

“Na verdade, a minha história com a empresa que eu trabalhava já acabou. Em relação aos colegas eu podia me aproximar deles, a questão é que cada um tem a sua percepção da lei, então quando você é reintegrada, não é porque você quer, é porque a lei determina que um funcionário volte a trabalhar”, disse.

Sobre a dificuldade de encarar novamente um ambiente que foi profissionalmente hostil com ela num momento delicado, ela garante que foi difícil. “Muitas pessoas me questionaram ‘como é que você vai voltar para um lugar que não te quer?’, e não é uma questão de querer voltar, e sim de seguir os passos e os protocolos legais, então eu não tinha escolha. Quando você é reintegrada, a vibe é outra, as pessoas te tratam diferente, é óbvio”.

Segundo Izabella, o desfecho de tudo isso está em segredo de justiça, mas ela afirma que sua história na Globo já acabou, e ainda falou sobre sua situação de saúde: “As doenças, as dores são chamados para que você olhe para dentro. Geralmente esse olhar vem com a dor, vem como momentos de muita reflexão, e aí sim você desperta. Eu na verdade acredito que tudo pode ser problema ou oportunidade”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio