Jornalista fala no Mais Você sobre mudanças climáticas e a web aponta indireta para Bolsonaro

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta terça-feira (6) do Mais Você, o aquecimento global foi um dos temas tratados. Ana Maria Braga destacou que 57 pessoas morreram no Japão por causa das altas temperaturas e que julho foi o mês mais quente no mundo em dois séculos.

Direto de Paris, na França, o jornalista Rodrigo Alvarez noticiou que 25 de julho foi o dia mais quente da história do país desde que foi iniciada a medição, chegando surpreendentemente a 42,6ºC.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“No Brasil parece pouco, mas na Europa é um calor extremo, as pessoas não estão acostumadas”, analisou o profissional. O repórter ainda destacou a situação da Groelândia, onde 197 bilhões de toneladas de gelos derreteram no mês passado.

“Se a gente soma isso com o desmatamento recorde no Brasil e uma série de outros problemas causados por nós, humanos, existe uma bomba relógio pronta para explodir e mudar de vez a nossa história e a gente sabe que não vai ser para melhor”, apontou.

“Como disse o secretário-geral da Organização Mundial de Meteorologia, ‘não é ficção científica, é a realidade das mudanças climáticas’”, citou. “É a realidade, Ana, e se a gente não fizer nada, como você sabe muito bem, como a gente sabe, mas não é todo mundo que sabe, não vai adiantar político nenhum fazer discurso querendo negar o que a gente sente na nossa pele”, opinou Alvarez.

“Muita gente ainda não acredita nisso, parece que a gente tá falando numa conversa que é ficção científica, em alguns filmes onde a Terra ficou escura, só tem gente procurando comida, o bandidismo e tudo mais…”, destacou a loira.

“Por isso que a gente tem que ter cada vez mais consciência disso”, concluiu, enfim, Ana Maria. Na web, a fala de Rodrigo foi apontada por alguns como uma indireta para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que recentemente foi criticado por Camila Pitanga no Encontro.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais