Jornalismo da Globo conquista Prêmio Vladimir Herzog

Emissora conquista Prêmio Vladimir Herzog com matéria do Fantástico

Publicado há 3 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último final de semana, foi anunciado o resultado da 42ª edição do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. E a reportagem Os Defensores da Floresta, do Fantástico, foi premiada na categoria Produção Jornalística em Vídeo.

Na matéria premiada, os repórteres Marcelo Canellas, Alan Ferreira e Marcos Silva foram à Amazônia para mostrar o trabalho de agentes do Ibama e do ICMBio que já escaparam de atentados. Eles acompanharam a operação da polícia que prendeu líderes de um grupo acusado de invadir terras públicas e ameaçar quem trabalha para defender a floresta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Prêmio Vladimir Herzog reconhece o trabalho de jornalistas que colaboram na defesa e promoção da democracia, da cidadania e dos direitos humanos e sociais. Esta edição teve 1.059 trabalhos inscritos, divididos em seis categorias.

Menção honrosa

Ainda na categoria Produção Jornalística em Vídeo, a edição especial As Faces do Racismo, do Rolê nas Gerais, da Globo Minas, ganhou menção honrosa.

Em As Faces do Racismo, do Rolê nas Gerais, as apresentadoras Renata do Carmo e Tábata Poline mostram como o racismo afeta a vida das pessoas negras, principalmente de moradores da periferia. O programa reúne depoimentos que apresentam diferentes faces do problema e a resistência e a coragem de quem encara o racismo de frente.

As matérias premiadas podem ser vistas AQUI e AQUI.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio