Jornalismo da Globo conquista Prêmio Vladimir Herzog

Emissora conquista Prêmio Vladimir Herzog com matéria do Fantástico

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último final de semana, foi anunciado o resultado da 42ª edição do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. E a reportagem Os Defensores da Floresta, do Fantástico, foi premiada na categoria Produção Jornalística em Vídeo.

Na matéria premiada, os repórteres Marcelo Canellas, Alan Ferreira e Marcos Silva foram à Amazônia para mostrar o trabalho de agentes do Ibama e do ICMBio que já escaparam de atentados. Eles acompanharam a operação da polícia que prendeu líderes de um grupo acusado de invadir terras públicas e ameaçar quem trabalha para defender a floresta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Prêmio Vladimir Herzog reconhece o trabalho de jornalistas que colaboram na defesa e promoção da democracia, da cidadania e dos direitos humanos e sociais. Esta edição teve 1.059 trabalhos inscritos, divididos em seis categorias.

Menção honrosa

Ainda na categoria Produção Jornalística em Vídeo, a edição especial As Faces do Racismo, do Rolê nas Gerais, da Globo Minas, ganhou menção honrosa.

Em As Faces do Racismo, do Rolê nas Gerais, as apresentadoras Renata do Carmo e Tábata Poline mostram como o racismo afeta a vida das pessoas negras, principalmente de moradores da periferia. O programa reúne depoimentos que apresentam diferentes faces do problema e a resistência e a coragem de quem encara o racismo de frente.

As matérias premiadas podem ser vistas AQUI e AQUI.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio