Isis Valverde desabafa sobre período em que sofreu depressão pós-parto: “Chorava à toa”

A atriz também relembrou as gravações de Amor de Mãe

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isis Valverde participou do Conversa com Bial, que foi ao ar na madrugada desta quinta-feira (29), e falou sobre a depressão que precisou enfrentar após o nascimento de seu filho, Rael. A atriz contou que precisou procurar ajuda para lidar com a tristeza.

Tive depressão pós-parto. Tive que fazer análise, eu chorava à toa. Não entendia o porquê, eu tive tristeza profunda, eu tive vontade de sumir, vontade de ir embora, umas vontades muito loucas. Tem esse umbral da maternidade, muita gente não fala sobre porque tem vergonha, porque se acha péssima mãe, quer se colocar naquele lugar da mãe socialmente aceita“, contou, segundo o portal Notícias da TV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fruto de sua relação com o empresário André Resende, atualmente, seu filho tem dois anos. Isis falou que precisa controlar a culpa que sentiu em relação ao herdeiro. “A culpa nasce com o filho, é como se virasse uma sombra“, avaliou

A atriz relembrou também as gravações de Amor de Mãe, trama na qual viveu a enfermeira Betina. Ela contou que as gravações foram intensas em um hospital cenográfico em plena pandemia da Covid-19.

No mesmo dia em que ela encenou o socorro a um paciente, seu tio avô precisou de um respirador. “Esse dia, vou te falar. Não sei se era a Betina, se era a Isis, que mistura era aquela. Chorei todas as dores de 2020 e 2021“, desabafou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio