ENTREVISTA

Isabel Teixeira fala sobre a carreira e inspiração em Susana Vieira para a vilã de Elas por Elas: “Diva maior”

Artista revelou homenagem para Branca Letícia de Barros Mota, da novela Por Amor

Publicado em 29/11/2023

A atriz Isabel Teixeira, de 50 anos, que interpreta a vilã Helena na novela Elas por Elas, revelou que se inspirou em Susana Vieira para viver a personagem no horário das 18h00 da TV Globo. Em entrevista à Quem, a artista relatou ter feito uma homenagem para Branca Letícia de Barros Mota (Por Amor) na trama de Thereza Falcão e Alessandro Marson, e também recordou o sucesso de sua Maria Bruaca em Pantanal (2022).

“De olho na referência! Nossa singela homenagem para Branca Letícia de Barros Mota, personagem da grande Susana Vieira. Inspirados por essa Diva Maior, eu e a equipe de caracterização viemos explicitar nossa referência para esse look da Helena. A gente pensou nesse momento com carinho durante um bom tempo! É tudo pra você, Susana! Beijos nossos, com todo amor e devoção”, contou a artista nas redes sociais.

Isabel Teixeira também relembrou o sucesso de sua Maria Bruaca em Pantanal (2022) e como o papel tocou o público no remake escrito por Bruno Luperi. “A Maria Bruaca não percebia o quão aprisionada estava no casamento. Vimos viradas da personagem nas quais ela foi se conhecendo melhor, enxergando melhor. Parece que ela vai abrindo a visão e vai conhecendo outras sensações”, analisou ela.

Vale destacar que em entrevista recente, a artista enfatizou o seu entusiasmo em viver o papel de vilã que foi originalmente escrito para a atriz Aracy Balabanian (1940-2023), na obra de Cassiano Gabus Mendes exibida em 1982.

“É uma vilã do Cassiano. Uma vilã na dramaturgia é o atrito, que faz a obra ir para frente. Estou vendo vilãs, com a Fernanda Montenegro em ‘Belissima’ (2005). A própria Aracy Balabanian em a ‘Próxima Vítima‘ (1995). A Susana Vieira como Branca, em ‘Por amor‘ (1997). É interessante demais. A da Aracy, por exemplo, é uma vilã que não sabe que é vilã. Estudando esse leque de vilania, podemos dizer que as vilãs têm fé cênica. Passo passar por opostos totalmente bem distantes, porque a vilania suporta isso. Observo que minhas duas primeiras novelas eram da imagem, da composição. E agora, faço uma trama fincada na palavra, naquela coisa do rádio, da palavra que pega, do ritmo. Estou fazendo a novela tradicional do Brasil pela primeira vez”, contou Isabel Teixeira.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade