Internautas se revoltam com morte de Feliciano em O Sétimo Guardião

Publicado há 2 anos
Por Caio Ponciano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais um guardião foi encontrado morto misteriosamente em Serro Azul. No capítulo desta quinta-feira (11) de O Sétimo Guardião, Feliciano (Leopoldo Pacheco) teve uma intuição estranha e pediu ajuda às cartas de Milu (Zezé Polessa), que revelou: “Quando as cartas não são claras… Não gosto nem de falar”. Feliciano, no entanto, pareceu tranquilo com o que poderia lhe acontecer.

Na sequência, o guardião foi beber no cabaré de Ondina (Ana Beatriz Nogueira) e descobriu que o delegado Machado (Milhem Cortaz) morreu envenenado. “Se eu for o próximo, não vou sentir os efeitos do veneno. Morro bêbado dormindo”, disse Feliciano, que deixou o cabaré bastante embriagado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já ao amanhecer, Feliciano foi encontrado deitado no chão da igreja pelo Padre Ramiro (Ailton Graça). A princípio, o sacerdote não percebeu que o amigo, na verdade, estava morto. Mas logo viu sangue escorrendo pela sua boca. “Meu Deus! Não pode ser! Meu amigo querido morto!”, disse Ramiro aos prantos. Junto com a vítima, um bilhete escrito: “Faltam cinco!”.

Nas redes sociais, os internautas lamentaram a morte do personagem. “EU NÃO ACREDITO QUE O FELICIANO MORREU PODIAM MATAR QUALQUER UM MENOS ELE #OSetimoGuardiao”, disse um perfil do Twitter. Outros elogiaram a cena. “As cenas mais bonitas dessa novela capenga. A despedida do Feliciano e Padre Ramiro encontrando seu melhor amigo morto. #OSétimoGuardião”.

Confira alguns comentários:

https://twitter.com/girlcollins1/status/1116515579559579648
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio