Igreja quer R$ 1 bilhão de indenização do Porta dos Fundos

Publicado há 7 meses
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde 2019 uma grande confusão envolvendo os especiais de Natal do Porta do Fundos, exibidos na Netflix, vem dando o que falar na mídia. Isso porque muita gente não concorda com o tema abordado na produção, tornando tudo um problema, ao invés de simplesmente não assistir.

Mas agora, outro
especial de Natal do grupo está sendo contestado na justiça. De
acordo com a publicação do colunista Ancelmo Gois, do jornal O
Globo, a Igreja Pentecostal Brasa Viva move uma ação na 5ª Vara
Cível do Rio de Janeiro, pedindo uma indenização de R$ 1 bilhão
pelo especial de 2018.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o nome de Se Beber, Não Ceie, o especial faz uma sátira sobre a passagem bíblica da última ceia de Jesus Cristo. Na produção, os discípulos aparecem de ressaca após beberem bastante durante a ceia e acabam percebendo que perderam o Messias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais