Hélio de La Peña diz que “teste do sofá” era comum e Marcius Melhem tentou reproduzir

O ator revelou ainda que produtores tinham contato com cafetinas

Publicado em 8/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Hélio de La Peña concedeu uma entrevista ao podcast Inteligência Ltda. e falou sobre curiosidades de sua vida, além dos bastidores da Globo, emissora onde trabalhou por quase 20 anos. Uma das revelações que mais chamou a atenção foi em relação aos assédios que possivelmente ocorriam por trás das câmeras.

De acordo com o humorista, era corriqueiro que houvesse o famoso “teste do sofá” na hora de contratar mulheres para figuração, por exemplo. Em meio à sua reflexão, o ator citou Marcius Melhem, ex-diretor do núcleo de humor da Globo. “Outra coisa que tinha na época e que o Marcius Melhem tentou reproduzir e se deu mal, é que tinha o teste do sofá”, comentou, lembrando o caso envolvendo o profissional, acusado por Dani Calabresa de assédio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De La Peña foi perguntado se à época do ocorrido já tinha alguma noção do que acontecia nos bastidores do Zorra e demais programas humorísticos. “Eu não tinha contato com a produção do Marcius, não tinha ideia do que estava acontecendo. Fui saber quando veio à tona com a Revista Piauí. Depois, conversando com alguns amigos lá dentro, me falaram que era isso mesmo, que a coisa era estranha”, desabafa o ator.

“Para por uma menina na figuração os diretores e produtores assediavam”, diz Hélio. Segundo ele essa era uma atitude muito corriqueira, apesar dele nunca ter visto, sempre ‘ouvia falar’. “Produtor que tinha até contato com cafetina e botava as meninas com figuração”, declarou o artista dando a entender que se tratava de algo institucionalizado na maior emissora do país.

Esse tipo de ação, contudo, diminuiu drasticamente, segundo o ator, após a troca de profissionais da direção. “Tinha uma libertinagem, abuso e assédio. Quem não cedesse não subia (na carreira). Tanto que depois que mudou a direção da emissora eles foram atrás e demitiram os produtores que faziam esse tipo jogada, pra criar um ambiente mais correto e mais descente pra televisão”, conclui.

Veja trecho do podcast onde Hélio de La Peña fala sobre o assunto:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio