Helio de la Peña atribui “baixa” do Casseta & Planeta a restrições impostas pela Globo

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Helio de la Peña foi entrevistado pelo por Emílio Surita e demais participantes da bancada do Pânico na Rádio nesta sexta-feira (9).

Ao lado do roteirista e músico Mu Chebabi, o humorista ex-Casseta & Planeta Urgente falou sobre a iminência do fim do programa na Globo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Casseta & Planeta pode voltar em 2019, mas agora no horário nobre da RedeTV!

Segundo Peña, as restrições impostas pela emissora carioca podem ser consideradas os principais motivos para a “baixa” que o humorístico sofreu em seus últimos anos.

“A gente sentiu mais isso do que a morte do Bussunda, afirmou o comediante, comparando a possível “censura” à perda de um dos integrantes mais famosos do elenco do Casseta, que faleceu em 2006.

Leia mais: Celso Portiolli defende comerciais polêmicos do SBT e é detonado nas redes sociais

Globo cortou marcas e referências a outros canais

De acordo com Helio de la Peña, o departamento comercial da empresa da família Marinho passou a tomar decisões e impô-las sobre a produção.

“Não podia falar de marcas, de atrações de outras emissoras”, revelou o comediante logo após ser perguntado quais eram as imposições da Globo.

Leia mais: Juninho Pernambucano fala sobre demissão da Globo: “Censurado”

No entanto, o pior ainda estava por vir. A derrocada do programa de humor, segundo de la Peña, se iniciou com a restrição política às piadas. “Aí o bicho começou a pegar”, sentenciou.

O humorista relembrou que um dos casos no qual a política interferiu na liberdade criativa do grupo foi logo que a investigação do Mensalão começou, entre 2005 e 2006.

“A Globo pegava pesado no jornalismo e a gente no humor”, disse. Dessa forma, para que a piada não se chocasse com as notícias, a Globo pediu que eles não fizessem mais referências ao caso.

Leia mais: Livro de Fernanda Torres será transformado em minissérie da Globo

A partir daí, Hélio de la Peña contou que o Casseta pensou em uma forma criativa de contornar a falta de pautas: as paródias das novelas da emissora. Foi uma das estratégias mais assertivas do humorístico.

“As pessoas ficavam muito impressionadas de a gente dar continuidade ao capítulo que tinha acabado de passar. A Gloria Perez mandava para a gente o capítulo que seria exibido naquele dia, para ficar mais perfeito”, revelou.

A saber, comediantes do Casseta & Planeta gravaram um piloto na RedeTV! e podem voltar à programação da televisão aberta em 2019. De la Peña, contudo, disse que eles e o canal estão “conversando” por enquanto.

Confira a entrevista

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio