Hebert Neri entrevista Paulinho Serra no seu talk show em Portugal

O ator, comediante e roteirista foi o convidado do Neri Talks, que vai ao ar semanalmente no país-irmão europeu

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornalista e apresentador Hebert Neri recebeu no seu programa Neri Talks, em Portugal, o ator Paulinho Serra, conhecido do público na TV de longa data, desde os tempos de MTV até as mais recentes produções em que participa no canal Multishow. Além do teatro, com inúmeros espetáculos de sucesso como o Deznecessários.

O comediante falou sobre seus novos projetos, contou curiosidades de sua vida e também falou sério na hora de falar da responsabilidade como pessoa pública.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neri Talks

Em quase 50 minutos de conversa de Hebert Neri com o apresentador, que aconteceu em tom descontraído e informal, Paulinho Serra garante muitas risadas ao trazer a memória personagens que o consagraram, como o Traficante Gay. E ao relembrar os tempos em que trabalhou na Rádio Jovem Pan, no programa Pânico

O programa foi veiculado em Portugal em multiplataformas, tanto no streaming, como nas redes sociais, YouTube e na rádio em FM, alcançando bons índices de audiência.

Comédia x Bullying

No entanto, o comediante, quando questionado sobre responsabilidade do humorista e o limite do humor, falou sério e foi categoricamente contra o bullying e o constrangimento em nome da piada.

“Eu preciso ter responsabilidade com o que eu falo. A piada não está acima do bom senso, nem do bem e do mal. Às vezes uma piada pode ser mal recebida por alguém que está em um momento frágil e em vez de ser engraçada se tornar maligna. A piada só é boa quando todo mundo ri”, diz Paulinho.

Paulinho Serra também argumentou que o humor mais satírico deve ser usado com consciência. “Se for para tacar pedras ou debochar de alguém, que seja com alguém que merece, alguém que está no alto e que fez algo por merecer. Não é pegar uma minoria, alguém em situação de fragilidade, que já sofre, e apedrejá-lo. Aí eu já acho que é vacilo.”

Descobridor de talentos

Hebert Neri se referiu ao seu convidado como um descobridor de talentos, devido ao seu pioneirismo no stand-up brasileiro e por trabalhar ao lado de grandes talentos que, na época, não tinham a mesma projeção na mídia que ele.

Alguns exemplos são Tatá Werneck, Miá Mello, Rodrigo Capella e Marcelo Marrom, que foram seus companheiros em projetos como o Quinta Categoria e o Comédia MTV, e no espetáculo Deznecessários.

Paulinho Serra no Neri Talks em Portugal (Reprodução)

Sucesso

Com um currículo extenso e cheio de realizações, que inclui atuação em rádio, novela da Globo, cinema, TV e teatro, Paulinho Serra atualmente está no elenco dos humorísticos Vai Que Cola e Xilindró, ambos no Multishow, que integra os Canais Globo.

No entanto, o comediante revelou durante a entrevista que sua medida de sucesso não está apenas nas suas aparições na mídia. “Eu me considero bem sucedido desde que consegui pagar a minha primeira conta de luz com o meu trabalho. Eu me considero feliz porque eu vivo do meu trabalho já há muitos anos”.

E prosseguiu: “A cada trabalho que eu conseguia realizar mesmo durante a pandemia, uma live, uma participação remunerada, eu agradecia porque tantas pessoas não estão conseguindo trabalhar durante esse período difícil. Então sucesso pra mim é viver do meu trabalho e fazer aquilo que eu amo”. Assista à entrevista completa no IGTV e no YouTube do Neri Talks.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio