Gui Napolitano revela quando percebeu que No Limite seria desafiador: “Não tínhamos escova de dentes”

Participante fez balanço de sua participação no reality

Publicado em 1/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O No Limite sempre marca os participantes pelos desafios que precisam enfrentar, as dificuldades que passam e também pela força que descobrem que tem. Ou até mesmo descobrirem que não são tão resistentes como parecem, como o caso de Arcrebiano e Lucas Chumbo.

Para Gui Napolitano, o No Limite foi especial pois: “O melhor foi a superação. Muita gente deve imaginar que você precisa de força ou habilidade para encarar o ‘No Limite’ mas, na verdade, o essencial é ter a mente muito boa para conseguir executar tudo nas provas”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já a pior parte do reality, sem dúvidas foi encarar os revezes do clima: “O pior foi o dia da chuva, sem dúvidas. Foi a noite em que passei mais frio na minha vida – e nunca imaginei que seria no nordeste. E também a questão da higiene bucal. Logo no primeiro dia quando reparei que não tínhamos nem escova nem pasta de dentes, vi que realmente seria perrengue”.

Gui ainda revelou o motivo pelo qual escolheu participar do reality: “Gosto de desafios e queria fazer algo diferente, sair da minha zona de conforto, aprender a me virar e passar por situações que eu nunca passaria na minha vida. O ‘No Limite’ superou as minhas expectativas”.

Para finalizar, ele ainda avalia como positiva sua participação, pois cresceu como pessoa: “Foi muito bom e tive muitos aprendizados, principalmente sobre trabalhar em grupo. A Carcará era muito unida e todo mundo se ajudava bastante, mesmo com toda a dificuldade – e isso foi essencial”.

A cobertura completa de No Limite você confere no Observatório da TV e em nosso canal no Youtube

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio