Grupo Silvio Santos promove cortes salariais no SBT e gera revolta

Acordo trabalhista foi assinado com diretores nesta quarta-feira (13)

Publicado há 4 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O clima no SBT é de descontentamento geral desde a última quarta-feira (13). O motivo? Foi nesta data que a presidente do Grupo Silvio Santos, Renata Abravanel, determinou o corte de 25% dos salários de todos os funcionários da emissora da Anhanguera.

Os gerentes e diretores de cada setor foram os primeiros e também os mais afetados pela determinação. Eles foram chamados no meio desta semana para assinar o acordo trabalhista, que estipulava o corte salarial já para este mês de maio. A mesma redução foi aplicada para seus subordinados – com validade, porém, somente a partir de junho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com informações do jornalista Leo Dias, a decisão da filha de Silvio Santos causou revoltas entre os contratados da casa. Isso porque o SBT foi a rede de televisão que menos sofreu com os efeitos da pandemia de coronavírus sobre o mercado publicitário, chegando, inclusive, a fechar recentemente um acordo milionário com a JBS.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais