Grupo Globo define cobertura do Pré-Olímpico de Futebol, que pode ter jogo decisivo em TV aberta

Publicado há 10 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Grupo Globo já definiu detalhes da cobertura do Pré-Olímpico de Futebol, que começará ser disputado no próximo dia 18 deste mês de janeiro, na Colômbia. As duas melhores equipes garantem vaga para o torneio olímpico de futebol das Olimpíadas de Tóquio, que serão disputadas no Japão a partir do mês de julho.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, a narração e comentários das partidas serão feitas do Brasil. Apenas repórteres serão enviados para a cobertura in loco. Tais repórteres são André Hernan e Edson Viana. A escala de narração ainda não está definida, mas os principais narradores do SporTV serão usados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Toda a primeira fase, que terá realizada entre os dias 18 e 31 de janeiro, será transmitida apenas pelo SporTV na TV por assinatura. No entanto, a Globo não descarta exibidos jogos na TV aberta. A depender da campanha do Brasil, principalmente na segunda fase, a emissora estuda mostrar o jogo decisivo para o Brasil garantir sua vaga no futebol olímpico.

Ajuda o fato do horário dos jogos ser acessível para uma mudança de programação. Caso o Brasil passe para a segunda fase, seus jogos estão marcados para às 22h30. A última rodada da segunda fase vai acontecer no dia 9 de fevereiro, um domingo. Vale ressaltar que, em novembro, a Globo diminuiu o tempo de Faustão para exibir a final da Copa do Mundo Sub-17.

Globo pretende fazer grande cobertura de Tóquio 2020

O Grupo Globo pretende fazer uma grande cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A emissora anunciou recentemente a contratação de Bernardinho para analisar partidas de vôlei durante o evento olímpico, e prometeu que fará 200 horas de transmissão ao vivo só em TV aberta. 

Além de Bernardinho, também foram anunciados o ex-nadador Thiago Pereira e a ex-atleta do salto com vara Fabiana Murer. A Globo também deu detalhes de como fará sua cobertura. Como já é de praxe, um estúdio grande e tecnológico será montado na cidade-sede. Em Tóquio, o estúdio do Grupo Globo ficará na baía da capital japonesa, com uma vista privilegiada.

Além dos programas esportivos da Globo e do SporTV, seu canal esportivo da TV por assinatura, atrações jornalísticas da Globo também serão ancorados do estúdio. O Jornal Nacional é um deles. Foi prometido que o SporTV terá oito canais transmitindo eventos de Tóquio 2020, dos mais variados estilos. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais