Globoplay lança documentário sobre os desafios da imprensa na pandemia

Cercados mostra jornalistas que foram às ruas cobrir o avanço do vírus

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (3), o Globoplay lança sua mais nova produção original. Cercados aborda os desafios da imprensa brasileira diante da pandemia da covid-19, contando histórias de jornalistas que deixaram suas casas em pleno isolamento social para registrar o avanço do vírus, as decisões das autoridades e o trabalho incansável de cientistas e profissionais da saúde.

Dirigido por Caio Cavechini, Cercados apresenta um retrato dos bastidores da cobertura jornalística da pandemia. Em cerca de duas horas, o documentário transita de hospitais a cemitérios; da portaria do Alvorada, onde jornalistas se acostumaram a ouvir entre grades a palavra do presidente, a reuniões de pauta de veículos como o Jornal Nacional/TV Globo, O Globo, Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O filme detalha como as redações lidaram com o crescimento exponencial de casos, a demissão de sucessivos ministros da saúde, a proliferação de fake news e a conturbada relação do presidente com a imprensa. Cercados foi gravado em cinco cidades – Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Manaus e Fortaleza – e mostra os desafios do jornalismo profissional em tempos de crise e desinformação.

“O jornalismo e a ciência, como formas de conhecimento da realidade, enfrentaram um duplo desafio: lidar com o negacionismo e ajudar as pessoas a se cuidar e as instituições a tomar decisões que protegessem o maior número de cidadãos. Ao retratar a rotina dos veículos brasileiros na pandemia, Cercados faz um registro histórico desse desafio. Em vez de um documentário de entrevistas, preferimos fazer uma produção de imersão, gravando diariamente as situações vividas por dezenas de jornalistas dos mais variados veículos do país.”, explica Caio Cavechini.

Para Cavechini, os momentos mais marcantes foram as primeiras semanas de maio, quando as crises sanitária e política atingiram o seu auge: “Ao mesmo tempo em que o país parava para ouvir as acusações de interferência do presidente na Polícia Federal, vimos um ministro da Saúde pedir demissão, o segundo na pandemia. E o número de mortes registradas diariamente subia e chegava a mil por dia, todos os dias. Foi um desafio imenso acompanhar os desdobramentos simultaneamente em cinco cidades, com equipes atuando para oferecer um olhar particular sobre a atividade jornalística no meio desse turbilhão”.

Cercados é a segunda produção documental do Jornalismo da Globo para o Globoplay. A primeira foi a série Marielle – o documentário, lançado em março. Cercados é um original Globoplay, com direção de Caio Cavechini, roteiro de Caio Cavechini e Eliane Scardovelli e produção executiva de Ali Kamel, Erick Brêtas e Ricardo Villela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio