Globo Repórter mostra uma França selvagem e pouco conhecida

O programa revela espécies raras de animais que habitam um cenário que nem parece real

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (19), depois do BBB 21, o Globo Repórter explora um lado desconhecido da França. O programa apresentado por Sandra Annenberg e Gloria Maria mostra um lado selvagem e pouco conhecido do país europeu.

Produzido pela BBC, o programa revela espécies raras de animais que habitam um cenário que nem parece real. “Não imaginava que um país reconhecido por cartões postais como a Torre Eiffel, o Sena e o Louvre ainda guardasse paisagens preservadas e animais selvagens, como veremos no programa desta semana”, adianta a apresentadora Sandra Annemberg.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre as espécies reveladas estão o golfinho embaixador, que ganhou esse título por ser o único do bando que gosta de se aproximar das pessoas quando percebe a presença dos barcos, e o pinguim voador, descendente dos dinossauros, o único da espécie capaz de cruzar o céu por milhares de quilômetros.

Protagonistas de uma das rivalidades mais conhecidas do mundo animal, que inspiraram um conhecido conto infantil, a raposa e o corvo revelam no programa porque são tão hábeis na arte da trapaça.

O gineta é outra espécie pouco conhecida retratada pelo programa. Originário da África, ele foi trazido para a França na Idade Média. Foi domesticado e mantém até hoje a missão a que foi destinado, de caçar ratos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio