Globo Repórter mostra as belezas da Ilha Grande

Publicado em 30/06/2017

O ‘Globo Repórter’ de sexta-feira, dia 30 de junho, embarca em uma expedição na Baía da Ilha Grande para viver grandes aventuras na terra, no céu e no fundo do mar. Localizada entre as duas maiores cidades do país, Rio de Janeiro e São Paulo, e formada por quase 200 ilhas e mais de 100 praias, a Ilha Grande concentra vasta vida selvagem e um mar imenso e rico. Com a ajuda de câmeras que gravam em 360 graus, a repórter Fernanda Graell mostra espécies raras de animais na floresta e no mar, percorre trilhas, desce uma cachoeira de rapel, mergulha em um berçário de animais e assiste a um lindo nascer do sol no Pico do Papagaio, o segundo ponto mais alto da ilha. Além do programa dessa semana, a viagem rendeu uma série de reportagens para o ‘Bom Dia Rio’, que será exibida em cinco episódios a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de julho.

Na Vila Dois Rios, dentro do Parque Estadual da Ilha Grande, a repórter percorre o Centro de Estudos da Universidade Estadual do Rio de Janeiro acompanhada por um time de cientistas. Na floresta, ela vê o roncador bugio, um dos maiores primatas das Américas, saguis e uma enorme variedade de aves, como o raro papagaio chauá, o carcará e o surucuá de barriga amarela. A equipe passa ainda por outras aves, répteis e anfíbios, incluindo uma cobra jararaca e uma espécie de rã endêmica, que só existe na Ilha Grande e cujo som parece o canto de um pássaro.

Globo Repórter faz diferença na TV sem apelar por audiência

O mar, protagonista na Ilha Grande, também é um destino importante para quem visita a baía. Em mergulhos diurnos e noturnos, Fernanda Graell vê peixes-morcegos, moreias, cavalos marinhos, uma tartaruga verde, caranguejos, aranhas-do-mar, baiacus, um peixe papagaio e até um cargueiro panamenho que pegou fogo há 50 anos. A repórter percorre a Ilha do Jorge Grego e a Laje do Coronel, formada por canyons subterrâneos que podem chegar a 30 metros de profundidade, para chegar à Gruta do Acaiá, oito metros abaixo do nível do mar.

Em um passeio de barco, a equipe presencia um espetáculo protagonizado por cerca de 80 golfinhos da espécie boto cinza e conhece Mara e Hélio, casal aposentado que escolheu morar em um barco construído por eles mesmos. Nele, já percorreram Caribe, Mediterrâneo, Mar Vermelho, Mar de Mármara, Mar Egeu e Mar Negro, mas garantem que a região da Ilha Grande é a melhor de todas. Além da beleza, o casal revela outro benefício de viver no mar. “O custo de vida cai. Aqui não precisamos de carro ou pagar IPVA, IPTU, condomínio… a vida a bordo costuma ser muito mais barata”, conta Mara.

O ‘Globo Repórter’ vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 30, depois da novela ‘A Força do Querer’.