Globo Repórter mostra a rotina de brasileiros que escolheram morar sozinhos

Publicado há 3 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Morar sozinho é uma realidade cada vez mais comum no Brasil. No ‘Globo Repórter’ desta sexta-feira, dia 4, Edney Silvestre mostra como vivem as pessoas que fizeram essa escolha. Entre as capitais, ela é mais frequente em Porto Alegre, onde cerca de 20% das pessoas moram sozinhas. O Amazonas está no outro extremo do ranking, com apenas 10%.

Em São Paulo, onde 1,1 milhão de pessoas vive só, o programa visita um prédio onde 80% dos apartamentos são individuais. Mesmo assim, não existe solidão. Os moradores criaram uma comunidade e todos se ajudam. Chef de cozinha, Letícia complementa o salário fazendo refeições de madrugada para os vizinhos. Desempregado, Paulo socorre os amigos vendendo petiscos e bebidas geladas. Já a fisioterapeuta Fernanda trabalha na academia do prédio, o que permite uma agenda mais flexível para ela e para os vizinhos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Rio de Janeiro, Edney Silvestre vai a Copacabana, bairro onde 360 mil pessoas moram sozinhas. Entre elas, a Dona Lucíola, de 82 anos. Ela nunca se casou, não tem filhos e mora sozinha há 60 anos, desde a época em que apenas 50 mil pessoas, a maioria homens, estavam na mesma situação. Suas maiores paixões são o Botafogo, o samba com as amigas e a liberdade de fazer o que tiver vontade na hora que quiser. Nem o retorno das duas irmãs, que viviam no mesmo prédio, para a cidade natal, em Minas Gerais, fez com que ela mudasse de ideia. “Queria liberdade e quero até hoje”, conta dona Lulu.

No Sul, o ‘Globo Repórter’ conta a história de Cintia e José. O segredo da relação, que já dura 22 anos, é morar em casas separadas e distantes. Cintia vive em Porto Alegre e José, em Santa Catarina. Separados por 200 km, eles se encontram nos fins de semana. Agora, Cintia está construindo uma casa na praia, em Paço de Torres, a apenas cinco quilômetros da residência de José. “A gente se encontra porque quer se encontrar”, conta José. “Tem tanto casal casado que vive sozinho”, completa Cintia. Se agora têm planos de viver juntos? Não. “Talvez na velhice, com 80 anos”, diz Cintia.

O Globo Repórter vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 4 de agosto, depois de ‘A Força do Querer’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais