Globo reforça protocolo com atores estrangeiros após caso José Condessa, afirma colunista

Ator português vivia Juan em Salve-se Quem Puder

Publicado há 5 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A impossibilidade de continuar contando com o ator José Condessa na segunda parte de Salve-se Quem Puder parece ter acendido um alerta nos bastidores da Rede Globo. A emissora pretende reforçar, daqui em diante, seu protocolo na hora de ‘importar’ intérpretes para suas novelas.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, em sua coluna no portal R7, a ideia é, primeiramente, evitar ao máximo trazer atores de fora. Nos raros casos em que isso ainda acontecer, o processo de contratação deverá obedecer a termos bem mais rígidos do que os adotados até agora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Observatório da TV entrou em contato com a Rede Globo, em busca de uma posição a respeito da presente questão. Assim que houver feedback da emissora, esta nota será atualizada.

Saída antecipada

José Condessa teve de deixar o elenco de Salve-se Quem Puder para assumir compromissos que, segundo ele, já havia firmado com a TV de seu país, Portugal. Seu personagem, o mexicano Juan, desaparecerá da história e será substituído por outro, interpretado por Rodrigo Simas.

Antes de assinar com a Globo, conversamos sobre todos os projetos que estava envolvido em Portugal. Todas as partes envolvidas sabiam sobre minha agenda no Brasil e no meu país. E o cronograma não impossibilitaria em nada a minha participação em Salve-se Quem Puder. Mas o coronavírus surpreendeu o mundo e bagunçou tudo“, justificou o ator à imprensa na ocasião.

Em nota oficial, a emissora carioca confirmou a versão de Condessa. “O ator já tinha compromissos assumidos em Portugal para quando terminasse Salve-se Quem Puder. Com a pandemia, os cronogramas de gravação foram afetados e o ator não terá como terminar a novela. A Globo já estava ciente do compromisso do ator, mas não foi possível conciliar as agendas, infelizmente“, declarou, por meio de sua assessoria.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio