Problemas financeiros a evitar podem fazer com que a Globo não transmita a Copa do Mundo

Emissora carioca teve faturamento menor na pandemia

Publicado há 4 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo tomou a decisão de ir à Justiça contra a Fifa para obter o direito de não pagar uma parcela de 90 milhões de dólares como parte da obtenção dos direitos de transmissão do Copa do Mundo de 2022. De acordo com o site Notícias da TV, a emissora poderia passar por sérias dificuldades financeiras no futuro.

Segundo a publicação, a crise de agora tem a ver com a pandemia do novo coronavírus, o aumento do uso de streaming e, ainda, a queda de faturamento na televisão paga brasileira, que perde a cada dia mais e mais assinantes. A emissora ainda estaria enfrentando a diminuição em suas receitas pelo terceiro ano seguido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A expectativa é de que, em 2020, a emissora tenha receita de R$ 4 bilhões a menos do que em 2019. Para piorar, sem a competições esportivas, a Globo já teria perdido mais de 400 mil clientes do Premiere, canal de televisão em sistema pay per view, desde março, quando começou a crise no Brasil.

A publicação ressalta ainda que as novelas inéditas, como Amor de Mãe, devem voltar ao ar em setembro. Mas a produção de folhetins deve ficar mais cara, já que seguirá todos os protocolos de segurança. A Globo é responsável por produzir quase tudo em sua programação, o que tornaria o desafio da emissora ainda maior.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais