Globo pode ser condenada por horário de exibição da novela Belíssima

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A TV Globo pode ser condenada a pagar uma multa milionária por exibir a novela Belíssima no período vespertino.

A ação foi movida pelo procurador Fernando de Almeida Martins e deferida pelo Ministério Público Federal de Minas Gerais, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Justiça condena Regina Casé e Globo a indenizarem família de vítima de câncer

Segundo o Almeida, a trama global tem como “classificação indicativa para maiores de 12 anos” e, portanto, não deveria ser veiculada antes das 20h.

A saber, as tardes na TV aberta, de acordo com portaria do Ministério Público Federal, seriam destinadas a atrações classificadas como “livre” ou para maiores de 10 anos.

Belíssima, escrita por Silvio de Abreu, foi exibida pela primeira vez no horário nobre da Globo, em 2005. Contudo, atualmente ela é reprisada no Vale a Pena Ver de Novo.

Leia mais: 5 novelas inéditas que poderiam ser reprisadas no Vale a Pena Ver de Novo

Procurador pede valor milionário

Para o procurador, ao transmitir a novela neste horário, a emissora “ofende diretamente os interesses e direitos do público infantojuvenil brasileiro, razão pela qual tal conduta deve ser veementemente combatida”.

A indenização requisitada é de pouco mais de R$ 14 milhões. Como a ação se refere a danos coletivos, o valor, se for pago pelo canal, deverá ser revertido para o Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente.

Leia mais: Em baixa, reprise de Belíssima preocupa e deve acabar antes do previsto

De acordo com a assessoria da empresa da família Marinho, não há a confirmação do recebimento de qualquer notificação sobre este processo.

Tal polêmica surge em uma época que o desempenho de Belíssima não tem agradado a Globo. Para uma reprise, ela tem fracassado na audiência, ajudando a manter os números baixos nas atrações seguintes, como Malhação e a novela das seis, por exemplo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio