Globo muda dupla de rodízio do Jornal Nacional após âncora anunciar data antes da hora

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo decidiu mudar a data em que a jornalista Priscila Castro, do Pará, irá apresentar o Jornal Nacional. Priscila apresentaria o jornal no dia 12 de outubro juntamente com Fabien Londero, de Santa Catarina. No entanto, ela vai ancorar o jornal no dia 28 de setembro, juntamente com Carlos Tramontina, âncora da Globo em São Paulo.

O fato foi confirmado pela TV Liberal, afiliada da Globo no Pará. O Observatório da Televisão apurou que a fala antes da hora de Londero não teve maiores repercussões. O que causou a mudança foi o fato de que no fim de semana em que Priscila foi escala inicialmente, é comemorado o Círio de Nazaré, tradicional festa de Belém.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com isso, a Liberal solicitou uma troca nas datas para que Priscila, hoje sua principal âncora, fizesse sua apresentação no JN em outro dia e pudesse transmitir ao vivo o Círio de Nazaré na emissora. Londero continuará escalado para o dia 12 de outubro, mas ainda não foi definido com quem.

Fabian Londero: furou a Globo ao anunciar sua data no JN (Reprodução/NSCTV)

No anuncio feito pela TV Liberal, Priscila Castro comemorou a oportunidade de representar o Pará no Jornal Nacional: “Estou na contagem regressiva para o dia da apresentação na bancada do JN. É um momento muito especial é inesquecível na minha carreira”.

Priscila também confessou que sempre teve o sonho de apresentar o principal jornalístico da TV brasileira: “Quem nunca sonhou em dar ‘boa noite’ para os brasileiros da bancada do Jornal Nacional? Terei a honra de representar meus colegas e nosso querido Pará”.

Especial do Jornal Nacional vai acontecer entre agosto e novembro

O formato do especial local do Jornal Nacional terá um rodízio com apresentadores de todos os Estados do país, e também do Distrito Federal. A ação acontecerá aos sábados, sendo dois âncoras por vez assumindo o posto.

A atividade durará três meses e a ideia também é que seja sempre um homem e uma mulher no programa. Será a chance dos telespectadores conhecerem novos rostos e também se depararem com sotaques diferentes do Sudeste, que costuma ser o que aparece no telejornal.

Para se prepararem, os âncoras escolhidos irão ficar uma semana na redação do jornal, entendendo a dinâmica do seu dia a dia e gravando pilotos para entrar no padrão exigido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais